We use "cookies" to personalize our content, tailor Ads, measure their performance, and provide you with a better, faster, safer experience. By using our services, you agree to our Cookie Policy. Mais info e configurações. Aceitar

As razões pelas quais o Mundial terá 48 seleções

Pin
Os motivos da ampliação de times são todos econômicos. Twitter

As razões pelas quais o Mundial terá 48 seleções

Carmen Titos por Carmen Titos @besoccer_pt - 0 1,570

Uma reportagem publicada pelo meio 'Estadão' desvela os verdadeiros motivos da ampliação no Mundial de 2026. Todos as razões são econômicas.

O Mundial terá 48 times em vez dos 32 anteriores. Além disso, haverá 16 grupos de três seleções, dos quais passarão os dois primeiros de cada grupo. A segunda fase será eliminatória direta.

Mas qual é o motivo desta mudança? O dinheiro. 

'Estadão' afirma que a razão é o aumento de benefícios devido ao aumento de participantes. O fato de ter mais seleções aumentará muito a audiência na televisão e mais se temos em conta os milhões de consumidores que aporta o futebol asiático.

A FIFA admite, em um documento confidencial referido pelo 'Estadão', que terá que pagar mais de um bilhão de dólares às seleções classificadas, isto é, um 25% mais dos que serão pagos a cada federação no Mundial de Rússia 2018. 

Apesar de que será uma despesa muito grande para a FIFA, os lucros previstos para o Mundial 2026 seriam de 6.495 milhões de dólares, um número que nunca se viu na história do torneio.

Daqui a 10 anos, o 60% da população mundial seguirá o futebol e virará o esporte mais seguido de todos os continentes, de maneira que a FIFA tem previsto o grande aumento de marketing, audiência, seguidores e mercado que vai se produzir.

E está sendo rápido. O 40% dos acordos televisivos para o Mundial 2026 já estão fechados, mas se espera que com os 48 participantes apareçam muitos novos canais interessados em retransmitir o torneio.

Como se previa, o horário dos jogos sofrerá mudanças para conseguir a maior audiência possível, porém os prejudicados serão os assistentes nos estádios. A FiFA tem a intenção de fazer a maior quantidade possível de jogos em horários razoáveis para todos os mercados, algo difícil.

A classificação também mudará. Especula-se que o americano disputará uma eliminatória junto a Conmebol e a Concacaf, obtendo 14 vagas para a fase final do torneio, dobrando assim as atuais. África poderia passar de ter cinco participantes a 9'5 e Ásia, 8'5. 

Infantino tem buscado apoio nas grandes figuras do futebol, como Maradona e Roberto Carlos, para tentar transmitir ao público que estas mudanças são positivas. Os dois astros decidiram apoiar, já que concordam com a ideia. 

Tebas, o presidente de LaLiga espanhola, já tem mostrado sua oposição a esta grande mudança e recorrerá a decisão da FIFA.

 

Carmen Titos

Carmen Titos

noticias 2,251 RANK 4
LEITURAS 9M RANK 3
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook