We use "cookies" to personalize our content, tailor Ads, measure their performance, and provide you with a better, faster, safer experience. By using our services, you agree to our Cookie Policy. Mais info e configurações. Aceitar

Mitroglou pôs o que Aubameyang não teve

Ana Aguiar por Ana Aguiar @besoccer_pt - 1 2,131

Pin
Mitroglou torna o sonho para o Benfica. EFE

Benfica leva ouro em seu confronto contra um Borussia Dortmund que teve mais chances, mas sem sucesso. O time português sofreu diante das investidas da equipe de Thomas Tuchel, mas manteve sua porta a zero graças a um Aubameyang desaparecido e várias manobras salvadores de Ederson. O Benfica começa as oitavas de final da Champions com vantagem sobre o Borussia.

É caprichoso o futebol: Borussia Dortmund tinha ultrapassado o recorde de gols alcançados na fase de grupos da Champions (21) foi incapaz de furar a meta 'benfiquista'.

Em meio da incapacidade dos atacantes alemãs e os reflexos de Ederson, o Benfica terminou a partida com sua meta a zero e com o doce sabor do mel do gol de Mitroglou.

Porque o atacante grego colocou o que não teve Aubameyang. A atacante gabonês ofereceu uma lição na incapacidade de artilheiro em Da Luz. Sua noite mais escura, pelo menos a nível europeu. Para o até alguns dias atrás, lider da corrida pela 'Chuteira de ouro' se fecharam toda as janelas possíveis. Quando Borussia Dortmund mais precisava do seu artilheiro, Aubameyang ativou o 'modo Copa África' e não atinou nunca.

Borussia Dortmund fez o que tinha que fazer no Da Luz. Propôs, chegou e disparou. Faltou-lhe tino e tranquilidade. Benfica passou a retirar a água durante muitas tempo, talvez um ensaio do que se espera no Signal Iduna Park. Mas encheu barris de petróleo graças a Mitroglou.

Domínio de Reus

Logo no início do confronto, Marco Reus estava no comando das operações e o Borussia montou seu acampamento base na área do Benfica. A partir daí não saiu durante os primeiros 45 minutos. Reus plantou Aubameyang contra Ederson e se embebedou de gol. Alto.

Não desanimou Reus nos seus esforços. Embora fosse mais do mesmo, confirmou o alemão que o seu futebol está de volta. Cada incursão do loiro de Dortmund gerava terror na zaga portuguesa. Três homens foram por ele e a bola terminou em Dembele que, quase sem oposição, também marcou.

Aubameyang pareceu jogar com dois pés esquerdos. Quando a bola é movimentada pela área pequena, o ponta do Gabão não chegou a outras assistência. Com 0-0 chegou a partida ao intervalo e o que parecia que ia ser gol alemão foi alvo do Benfica.

Mitroglou, quem sabe bem as medidas da área, controlou como pode a cabeçada de Luisão, após um escanteio lançado por Pizzi e a bola e a bola ficou morto nos pés para que ele marcasse ao seu bel prazer. Borussia Dortmund não podia acreditar.

Noite de horrores para Aubameyang

E ele reagiu rapidamente, mas Aubameyang completou uma ação infame, falhando outro cara a cara que enviou ao limpo lisboeta e fazendo um pênalti pessimamente batido. Disparou para o centro, para o corpo do goleiro e quase sem força. Fácil para Ederson.

Borussia Dortmund insistiu e conseguiu encontrar rachaduras na parede de Rui Vitória, mas aonde não chegaram as defensas 'encarnadas' chegou Ederson. O jovem goleiro deu alguns sustos na forma de saída um pouco atropelada, mas sacou vários mãos salvadoras que unidas ao gol de Mitroglou, fazem sonhar a um Benfica contra uma Borussia Dortmund, que ainda não sabe como pode sair vazio do Da Luz.

Follow BeSoccer on Facebook