noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

"A homofobia não é uma opinião, é um crime"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,285

Pin Griezmann é capa da revista Têtu. Twitter @TETUmag
Griezmann é capa da revista Têtu. Twitter @TETUmag

"A homofobia não é uma opinião, é um crime"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,285

O atacante francês, Antoine Griezmann, estampa a capa da revista gay “Têtu Magazine” e fala abertamente sobre o ambiente homofóbico vivido no mundo do futebol.

Griezmann será a capa de muitos jornais e revistas nos próximos meses com a chega do mercado de transferências. O francês anunciou a sua saída do Atlético de Madrid e desencadeou uma série de rumores sobre o seu futuro. Barcelona e PSG disputam o talento o campeão mundial. 

No entanto, desta vez o atacante estampou a capa da revista “Têtu Magazine”, principal veículo francês destinado ao público LGBTI. 

Ainda hoje a homosexualidade é um dos grandes tabus do mundo do futebol. E Griezmann resolveu falar abertamente sobre o tema: "Agora já chega. A homofobia não é uma opinião, é um crime. E, agora, se um jogador disser palavras homofóbicas no campo de jogo, acho que eu pararia a partida. Isso precisa mudar”.

"É verdade que os estádios não são lugares muito acolhedores para os homossexuais. Há alguns cantos homofóbicos... Nesses tempos, isso é inaceitável. Acabamos todos pagando por esta agressividade", analisou o francês. 

O campeão do mundo pela França na Copa do Mundo da Rússia se comprometeu a ajudar os atletas que sofrem nesse ambiente homofóbico e convocou todo os envolvidos na grande indústria que é o futebol para apoiar essa causa. 

"Se um jogador gay deseja anunciar que é homossexual, talvez não terá todos os jogadores da seleção francesa a seu lado, mas eu estarei", afirmou o 'Pequeno Príncipe'. 

"Os dirigentes dos clubes, da federação francesa de futebol e da liga também devem levar esse tema a sério. O futebol é um esporte bonito. Não pode ter essa imagem homofóbica. Mas é mais profundo do que isso. Há algumas semanas me tornei pai pela segunda vez. Cabe a nós, os pais, educar nossos filhos para que cresçam em um mundo menos homofóbico e menos sexista", concluiu.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 29K RANK 1
LEITURAS 98M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook