noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

Acabaram as desculpas para Koeman

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 6,642

Pin Koeman e a chuva de críticas após empate com Cádiz. EFE/Kiko Huesca
Koeman e a chuva de críticas após empate com Cádiz. EFE/Kiko Huesca

Acabaram as desculpas para Koeman

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 6,642

O intolerável tropeço do Barcelona contra o Cádiz faz com que todas as olhadas comecem a se virar para o técnico holandês. Até agora, o elenco havia sido o alvo da maior parte das críticas.

O Barcelona, ​​que parecia finalmente ter encontrado um padrão de jogo, pode perder todos os objetivos desta temporada em cerca de um mês. Um tropeço contra o PSG estava dentro das possibilidades, embora não da forma como ocorreu, mas o empate com o Cádiz pegou todos de surpresa.

O time do Barça estava avisado depois do que aconteceu com eles em Carranza e, mesmo assim, tropeçou duas vezes na mesma pedra. É verdade que os jogadores foram os grandes culpados pela indolência e falta de contundência no chute, mas também é certo que nenhuma solução foi dada pelo banco.

Mais uma vez, Ronald Koeman levou um mundo para fazer mudanças para mudar a mentalidade de um time letárgico e que ainda tinha nas pernas e na cabeça o desastre contra o time parisiense. O treinador tentou dar confiança aos XI que não conseguiram fazer dano nos de Pochettino, mas a aposta não deu certo. O Barça acabou se complicando e, quando quis perceber, os pontos foram embora novamente do Camp Nou.

O treinador do Barcelona está sendo culpado por sua falta de firmeza no banco. As substituições no jogo contra o Cádiz pareciam planejadas com antecedência. Homem a homem, como tem acontecido nas últimas semanas. E quando não era assim, o pulso de Koeman não treme na hora de colocar um zagueiro no lugar de um atacante, um sacrilégio para o torcedor 'culé'.

Mas as substituições não são suas únicas decisões controversas. Contra o PSG, o Barcelona ficou muito à mercê do rival. Ele optou pelo contra-ataque e deixou os franceses tomarem a iniciativa, que, como se viu contra o Monaco, não são tão ferozes quanto pareciam no Camp Nou. Dá a sensação de que o Barça poderia ter feito muito mais naquela noite contra os rapazes de Pochettino. O mesmo que contra os de Álvaro Cervera neste domingo.

As eleições para a presidência do clube, que estão se aproximando, podem ser outro ponto importante na carreira de Koeman. A priori, todo mundo conta com ele, mas Laporta, o favorito, já deixou claro que sua continuidade estava atrelada a bons resultados. As coisas estavam indo bem, mas o Barcelona complicou demais a vida nas últimas semanas e tudo pode acontecer. Até Koeman terminar a temporada decorosamente e sair em baixa no verão. Acabaram as desculpas para o técnico.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 64K RANK 1
LEITURAS 167M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook