noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Amoroso sobre Ceni na final do Mundial: 'Malandro'

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 104

Pin Amoroso relembra o título do Mundial do São Paulo. EFE
Amoroso relembra o título do Mundial do São Paulo. EFE

Amoroso sobre Ceni na final do Mundial: 'Malandro'

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 104

Em live com a Goal, o ex-jogador lembrou um dos momentos mais altos de sua carreira e elogiou a atuação de Rogério Ceni.

O ex-atacante Amoroso participou de uma live com Raisa Simplicio no Instagram da Goal Brasil e relembrou de momentos marcantes de sua carreira, com atenção especial para o título de campeão mundial do São Paulo contra o Liverpool, em 2005. O antigo camisa 11 do Tricolor falou, em especial, de Rogério Ceni, considerado um dos heróis daquela conquista ao lado de Mineiro.

"Para falar a verdade, toda vez que eu encontro com o Rogério eu falo pra ele: ‘aquela foi a maior partida da sua carreira, o jogo onde você mostrou realmente que é um dos melhores goleiros da história do futebol brasileiro’", falou o Amoroso, que completou dizendo que Ceni "estava iluminado. Podiam chutar que não sairia gol dos caras de jeito nenhum”.

Um dos momentos mais icônicos da história recente do São Paulo e da participação de times brasileiros em Mundiais foi a defesa de Rogério Ceni na falta cobrada por Steven Gerrard. Aos seis minutos da segunda etapa, os brasileiros já venciam por 1 a 0, quando o próprio Amoroso fez a falta na intermediária. O capitão Gerrard pegou a bola cobrou no ângulo, mas o goleiro tricolor foi buscar e fez a defesa. 

Amoroso relembrou aqueles momentos de tensão com a cobrança do atleta inglês e disse que Ceni usou da 'malandragem' para fazer Gerrard chutar onde o brasileiro poderia fazer a defesa com mais facilidade.

"Eu lembro muito bem, porque quem fez a falta fui eu. E nem foi falta. Pensei: ‘tomara que essa bola não entre, senão estamos ferrados’. Só que o Rogério, malandro, macaco velho, armou a barreira ao contrário, dando o ângulo para ele [Gerrard] bater. Ia chamar a bola lá. No momento em que a gente viu a defesa, do jeito que a bola passou na minha cabeça, na barreira... meu Deus. Ainda bem que ele estava iluminado”, lembrou o ex-jogador.

Amoroso não escondeu que o longo tempo de preparação para enfrentar o campeão da Champions League daquele ano foi fundamental para enteder o como o Tricolor deveria se portar na partida.

"Na realidade a gente sabia o que iríamos encontrar (...) Tivemos dois meses e meio para nos prepararmos. Sabíamos de todas as jogadas, onde não podia cometer falta, onde devíamos pressionar, como nos defender... e tudo deu certo né?", declarou Amoroso.

O título de tricampeão mundial do São Paulo será reprisado nesse domingo (24), às 15h45 pela Rede Globo. A emissora informou que o jogo vai passar nos estados de São Paulo, Santa Catarina e Paraná (menos Curitiba) e também na região Centro-Oeste.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 51K RANK 1
LEITURAS 143M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook