noscript image

Apenas restou um gigante em San Mamés

Priscila por Priscila @besoccer_es - 0 1,767

Pin O Sevilha tem pé e meio nos quartos. EFE
O Sevilha tem pé e meio nos quartos. EFE

Apenas restou um gigante em San Mamés

Priscila por Priscila @besoccer_es - 0 1,767

Dois gigantes deram tudo no San Mamés. O Sevilha ganhou o primeiro combate e deixou o Athletic tocado na sua competição preferida. Nolito, André Silva e Ben Yedder marcaram os golos dos sevilhanos.

A Copa do Rei foi amada em Bilbao, esta quinta-feira. Duas das equipas que melhor tratam a competição foram os rostos em San Mamés e os de Machín tiraram ouro de onde não havia.

O sorteio nos oitavos-de-final foi caprichoso e juntou duas equipas que gostavam de encontrar-se mais tarde. Os 'leões' não removeram as garras no seu território e Sánchez Pizjuán ditará a sentença em poucos dias.

Os andaluzes mostraram as intenções muito cedo. Os contra-ataques rápidos do Sevilha marcaram o jogo. Um elétrico Nolito e um André Silva muito sério desenharam o passaporte para os quartos de final.

Ben Yedder foi quem coloriu a página. Foram golpes diretos mas o do francês deixou tudo fechado em Bilbao e colocará tudo mais difícil para Garitano em Sevilha. A capital da Andaluzia já está à espera.

André Silva e Franco Vázquez conectaram-se com Nolito para fazer o 0-1. Ele controlou após um passe magnífico do italo-argentino e marcou ao cruzar a bola. O extremo reivindicou e pediu mais minutos. Machín ouvi-o.

Em San Mamés, houve espaço até para o VAR, que anulou o golo de Aduriz por fora de jogo mas a má notícia veio depois da substituição do avançado. Saiu lesionado, com as mãos no rosto e sem o 1-1.

Não foi por muito tempo. Na segunda parte, quando ambos sacaram das suas melhores cartas e mostraram o melhor lado. San José, depois de um canto, colocou o empate no painel luminoso. Os locais cresceram e estiveram muito perto do 2-1, mas esta não era a noite e também não parece ser a sua Taça.

André Silva, após um grande passe em profundidade de Nolito, enfrentou a baliza e marcou o 1-2 com a perna direita. E esse não seria o último golpe que sofreriam os jogadores de Garitano, que levaram o murmúrio das arquibancadas e um mau resultado para a segunda volta.

Levaram apenas alguns minutos para Ben Yedder mostrar a sua veia de marcador. O francês está em estado de graça e deixou-o claro nesta quinta-feira. Recebeu na frente, virou-se e fusilou Unai Simón para deixar o Athletic 'k.o'.

Os sevilhanos, com o 1-3, dão um grande passo para estar nos quartos de final. A equipa de Bilbao, por outro lado, terá de esperar que tudo corra melhor em Sánchez Pizjuán. Um gigante terá que dizer adeus a uma competição que tanto os faz vibrar.

 

Priscila

Priscila

noticias 140 RANK 11
LEITURAS 460K RANK 11
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook