noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Após bater o Flamengo, jogadores do Palmeiras elogiam exibição e respondem às cobranças

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 810

Pin Futebolistas do 'Verdão' contentes com o triunfo sobre o 'Fla'. Goal
Futebolistas do 'Verdão' contentes com o triunfo sobre o 'Fla'. Goal

Após bater o Flamengo, jogadores do Palmeiras elogiam exibição e respondem às cobranças

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 810

Felipe Melo ressaltou a exibição defensiva, Moisés comemorou os gols de Deyverson e muito mais.

O Palmeiras recebeu um alívio após três rodadas sem vitórias [incluindo duas derrotas seguidas] no Brasileirão. Neste domingo (12), o 'Alviverde' bateu o Flamengo por 2-0 no Allianz Parque, pela 34ª rodada, e chegou a 57 pontos.

Após a partida, jogadores palmeirenses exaltaram o futebol jogado e falaram sobre as cobranças que vinham sofrendo por parte da torcida. O zagueiro Edu Dracena, por exemplo, afirmou que o protesto recente da torcida não atrapalhou e fez uma crítica a tal comportamento.

“Falei que não poderia nos atrapalhar em campo”, disse. “Tem muito mais acertos do que erros, mas a memória das pessoas às vezes é um pouco curta”.

Sem jogar há três meses, o lateral-esquerdo Michel Bastos comemorou o resultado e o retorno. Para o jogador, que tem grande chegada ao ataque, as cobranças individuais sobre o seu futebol são algo normal.

“Fizemos uma boa partida, saímos bastante satisfeitos, principalmente na parte defensiva, fomos muito bem, não deixamos proporcionar durante praticamente os 90 minutos nenhuma ocasião de gol deles e concluímos também em gol. Fico feliz, depois de muito tempo, meu último jogo foi em agosto, fiquei muito tempo fora por lesões, eu gosto de momentos assim, como sempre falei, nunca foi fácil na minha carreira, acho que a equipe do Palmeiras precisa e graças a Deus eu estou dentro de campo para ajudar”, afirmou.

“Toda vez que eu entro o torcedor sabe que eu tento dar o meu melhor mesmo que muitas vezes jogando fora de posição, como sempre eu falei, quero jogar, quero ajudar a equipe do Palmeiras, não importa onde eu jogar, o que importa é que a torcida do Palmeiras sabe o meu valor e por isso essa cobrança”.

“O time está de parabéns. Enfrentamos um adversário direto na luta por uma vaga no G4 e saímos bem, principalmente a defesa, que não levou gols”, afirmou o meio-campista, que jogou como titular e foi substituído no início do segundo tempo. O Flamengo – clube que revelou Felipe Melo – conseguiu 11 finalizações, mas apenas uma foi na direção correta.

"Vi algumas pichações, de que Felipe Melo tinha que jogar, pedindo a volta do Felipe, mas aqui quando se vence, se vence junto. É todo mundo comemorando junto, mas quando se perde, se perde junto também. Prefiro ser cobrado com os demais, porque aqui é um grupo, é o Palmeiras. Não vejo o Messi sem ser melhor do mundo sem Iniesta, Busquets, enfim. Eu me sinto cobrado, sim, e hoje vencemos e vencemos todos".

Autor do passe para o primeiro gol de Deyverson (herói do jogo, com dois tentos), logo aos 14 minutos do primeiro tempo, o meia Moisés ressaltou a importância de ter aberto cedo o placar.

"Importantíssimo, porque nós precisávamos retomar o caminho das vitórias, por ser um concorrente direto na briga pelo G4, pela vaga direta para a Libertadores, então hoje fomos mais maduros, a primeira chance de gol que tivemos, fizemos e quando a gente sai na frente, o nosso time consegue controlar bem o jogo. A gente precisa ter essa atenção para não levar gol e sair na frente para controlar a partida”.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 35K RANK 1
LEITURAS 114M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook