noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Real? United? Veja possíveis destinos para Pochettino

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,462

Pin Veja possíveis destinos para Pochettino. Goal
Veja possíveis destinos para Pochettino. Goal

Real? United? Veja possíveis destinos para Pochettino

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,462

Grandes clubes europeus ligaram o alerta após a demissão do argentino do Tottenham.

Não se deixe enganar pelo início ruim de temporada do Tottenham nesta temporada. Mauricio Pochettino transformou o clube londrino durante as últimas cinco temporadas em time periférico na Premier League para um time que marca presença entre os quatro melhores do campeonato - levando o Spurs até o protagonismo na Champions League.

O sucesso não foi suficiente para manter Pochettino no comando do Tottenham. Sem nenhum título conquistado com o time do norte de Londres, o argentino agora se encontra desempregado, situação que não deve se prolongar por muito tempo. Muitos clubes já estão de olho no treinador, um dos mais valorizados do mundo na atualidade. O que mais chama atenção é sua capacidade de deixar o clube em condições muito melhores do que quando chegou.

Um dos clubes mais interessados em contar com o trabalho de Pochettino é o Manchester United. Os Red Devils nunca esconderam a admiração pelo argentino e já o queriam desde a demissão de José Mourinho (novo treinador do Spurs, por sinal) em dezembro de 2018.

Um fator que pode pesar para o argentino treinar o Manchester United é seu relacionamento próximo com o sempre influente Sir Alex Ferguson. Eles até almoçaram juntos antes da nomeação de Mourinho como técnico do United e agora pode ser um bom momento para os dois estreitarem ainda mais a relação.

O time de Old Trafford está sob muita pressão nesta temporada. O treinador Ole Gunnar Solskjaer tem se mantido no cargo aos trancos e barrancos. Os últimos resultados derão uma sobrevida ao norueguês, mas com Pochettino livre, tudo pode acontecer. O argentino ainda é visto com bons olhos pelo United por promover um bom trabalho com a base e por jogar sempre ofensivamente.

Essas características também agradam ao Real Madrid, que assim como o United já demonstrou interesse no argentino. Os merengues procuraram Pochettino depois da saída de Zidane, mas recebeu um não do treinador, que preferiu ficar no Spurs naquele momento.

"É uma situação difícil. O sonho de todo treinador é assumir um dos maiores clubes do mundo. E você tem que dizer não e isso é absurdo, você entra em conflito interno. Você sabe que se um treinador quer sair, ele sai, mas eu acabei de renovar [com o Spurs] e senti que não poderia fazer isso", disse Pochettino quando negou o convite do Real Madrid.

Porém, o retorno de Zidane não está nem perto de todo o sucesso que ele teve em sua primeira passagem. O Real Madrid ainda pode ficar fora das oitavas de final da Liga dos Campeões, o que seria uma catátrofe para Zizou. Mesmo que não seja imediatamente, o Real Madrid deve voltar a procurar pelo argentino em caso de mais uma demissão.

Um mudança total de direção seria Pochettino voltar para sua terra natal e dirigir a seleção da Argentina. A possibilidade de dirigir Messi, no entanto, não é muito provável. Cerca de um mês atrás, o treinador falou com a Fifa sobre essa possibilidade: "Eu amo estar envolvido nos negócios do dia a dia, estar no campo com o meu staff e meus jogadores, com jogos a cada fim de semana ou a cada três dias".

Isso não deve impedir a seleção argentina de ir atrás do ex-Tottenham. Após a passagem desatrosa de Jorge Sampaoli e a péssima campanha na Copa do Mundo de 2018, a Argentina não jogou tudo para o alto. Muito pelo contrário. Colocaram Lionel Scaloni como treinador interino e ele vem dando conta de recolocar a seleção em um bom caminho. Hoje, ele está efetivado e com contrato até a Copa de 2022, no Qatar.

Pochettino poderia pintar também em outro grande clube europeu: o Bayern de Munique. Mesmo com a derrota por 7 a 2 para o próprio Bayern, o argentino é visto com bons olhos para substituir Niko Kovac. O interino Hans-Dieter Flick não recebeu garantia nenhuma de quanto tempo terá à frente dos Bávaros. Mas o argentino não é tratado como prioridade em Munique. O clube ainda quer Erik ten Hag, do Ajax, como novo técnico.

O treinador de apenas 47 anos não precisa se apressar para escolher um novo clube. Sua reputação como um dos melhores treinadores da Europa lhe garante que diversas propostas irão aparecer em breve. O que ele precisa é apenas de paciência para tomar a melhor decisão possível para sua carreira.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 37K RANK 1
LEITURAS 119M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook