noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Festa e ressaca em Ibiza

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 3,785

Pin Barcelona vira com dois gols de Griezmann e avança às oitavas. EFE/ Sergio G. Canizares
Barcelona vira com dois gols de Griezmann e avança às oitavas. EFE/ Sergio G. Canizares

Festa e ressaca em Ibiza

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 3,785

Talvez o jogo mais louco que o Barça tenha vivido nos últimos tempos. A equipe 'culé' ficou até os 67 minutos (mais de uma hora) sem dar um chute a gol ou ter qualquer chance de perigo e conseguiu virar, nos acréscimos, uma partida na qual perdia para o Ibiza por 1 a 0, com dois gols de Griezmann que mal havia tocado na bola. Ganhou pelo cansaço.

Viajar para Ibiza é sempre sinônimo de festa. Qualquer um já fez uma farra na ilha mais propícia do território espanhol. E se você não tiver feito isso, com certeza planeja fazê-la ao longo da vida. A rodada das 16 avos da Copa del Rey já era uma grande 'abertura' na ilha. Era a vez do Barça e foi como se o melhor DJ anunciasse seu desembarque na ilha.

O Ibiza de Pablo Alfaro, um time que conhece muito bem suas limitações e seu estádio, se inscreveu na festa desde o início. Aproveitou bastante a prévia da festa, transformada em um 'esquenta' improvisado para aquele jovem que aspira arrasar com a gatinha da festa. E também do jogo, onde se divertiu muito na primeira hora em que faltava mais de uma dose para o Barça. Até o minuto 67, não houve um chute a gol dos catalães.

Porque Barça entediou e se entediou em Can Misses. Parecia uma continuação do confronto contra Granada. Passe, passe e mais passe. Mas nem um chute a gol do time de Setién, que também teve sua parcela ao escalar um time que o próprio Cruyff teria assinado em baixo.

Mas esse Barcelona não é mesmo de antes. E nem o de alguns anos atrás. Ficou claro que ele teria um mau momento na ilha e não por causa da pressão rival, senão porque foi capaz de criar ocasiões de perigono campo artificial de Can Misses.

Os catalães mal entraram na pista quando tocou a primeira grande música da noite. Lançamento de Raí, Riqui Puig mostrou que ainda é jovem para uma festa como a de Ibiza e deu um presente para a equipe de Pablo Alfaro. Javi Pérez chutou, bateu em Pep Caballé e Neto não conseguiu chegar.

Não foi o único baque para um Barcelona que parecia não se importar muito com o que estava acontecendo. Rodado e Raí trouxeram um segundo gol que terminaria a festa antes do tempo para o Barça. O primeiro cometeu uma falta em Lenglet antes de bater pro gol e o brasileiro parou na trave.

Setién evitou as críticas ​​por estar longe de casa, mas a primeira parte de Barcelona foi uma das piores dos últimos anos. Nem nos piores jogos de Valverde o time do Barça terminou sem marcar um gol no primeiro tempo.

A partida pedia bebidas do lado do Barça, mas elas demoraram um pouco em chegar. O Barça deu os primeiros 20 minutos do segundo tempo de presente, enquanto a felicidade do Ibiza permitiu que seus jogadores não sofressem praticamente nada.

É claro que qualquer pessoa que tenha saído da festa sabe que para beber é preciso se hidratar bem. E a equipe de Ibiza foi ficando sem gás. Foi então que o time de Pablo Alfaro começou a pagar por isso. O Barça, mais experiente nesse tipo de farra, se aproveitou disso.

Não precisou de uma grande exibição para conquistar a beleza da festa. Dois bons momentos da atração principal do time, foram o suficiente. De Jong encontrou Griezmann para o empate (1-1) e o francês assinou o 1-2 quando todos já estavam buscando informações do 'after' e mandaram o novato para casa com ressaca. O 'Rei de Copas' estará nas oitavas apesar da bebida ruim.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 42K RANK 1
LEITURAS 130M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook