noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Com Messi insatifeito, derrota do Barça vai além dos 8 gols

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 8,382

Pin . EFE/EPA/Manu Fernandez / POOL
. EFE/EPA/Manu Fernandez / POOL

Com Messi insatifeito, derrota do Barça vai além dos 8 gols

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 8,382

Os catalães foram goleados por 8 a 2 pelo Bayern de Munique, sofrendo sua derrota mais vexatória na Liga dos Campeões da Europa.

Chega a ser bizarro a constatação, mas ela é inevitável: o Barcelona se acostumou a passar vergonha na Champions League. Pela terceira temporada seguida, os catalães deixam a competição de cabeça baixa e sendo goleados de maneira implacável. Além da sequência de fortes desclassificações em si, um dos resultados mais graves será o aumento na insatisfação de Messi, que já estava bastante insatisfeito.

Nesta sexta-feira (14), o Barcelona parecia um time pequeno e frágil contra o Bayern de Munique, que venceu por incríveis 8 a 2 - resultado mais elástico desta edição do torneio. É o terceiro ano que o gigante da Catalunha protagoniza uma eliminação vexaminosa. Desta vez com o agravo de o placar ter sido construído em apenas um jogo. As únicas diferenças são os adversários e o caráter de exceção que cerca a atual edição da Champions – em meio a cuidados especiais pela pandemia do novo coronavírus.

Em 2018, era quase impossível imaginar o Barcelona eliminado nas quartas de final depois que o time abriu 4 a 1 sobre a Roma no jogo de ida. Mas estamos falando de futebol, e na volta os italianos venceram por 3 a 0 e seguiram em frente. Chegou 2019 e quando o Barça bateu o Liverpool por 3 a 0 no primeiro encontro válido pelas semifinais, a sensação era de que “o raio não cairia duas vezes no mesmo lugar”. Caiu. Em Anfield, os ingleses golearam por 4 a 0 antes de conquistarem o título. Parecia que o poço não ficaria mais fundo. Parecia...

Estas eliminações acabaram por acordar um lado de Lionel Messi desconhecido por muitos até então: o costumeiramente silencioso craque passou a falar em tom forte e de cobrança. Isso ficou mais evidente no discurso feito pelo argentino, um ano atrás, quando falou sobre as decepções recentes antes de garantir que o Barça lutaria “por todos os títulos”.

“É difícil dizer algo hoje, depois da temporada passada. Não me arrependo de nada, digo o mesmo que na temporada passada: confio nestes jogadores e nestes técnicos. Não tenho dúvidas de que vamos brigar por tudo. A temporada passada terminou mal para todos”, afirmou na ocasião.

E ainda que tenha dito não se arrepender, o tempo passou e as especulações sobre a possibilidade de um Messi fora do Barcelona crescem a cada dia – e parecem bem mais palpáveis do que antes.

Já neste 2020, as palavras do craque foram mais duras em meio ao desempenho - abaixo do esperado – de sua equipe: “As sensações são que o time tenta, mas não tem capacidade. Deixamos muito a desejar em vários jogos. Tudo que a gente viveu desde janeiro tem sido muito ruim. Temos que mudar muitas coisas, na realidade. Os torcedores estão ficando sem paciência porque nós não estamos entregando nada”, disse.

Ao longo da atual campanha, Messi também se desentendeu publicamente com dirigentes e com a presidência barcelonista. Não apenas escondeu a irritação com a demissão do técnico Ernesto Valverde como depois teve rusgas com Quique Setién, o sucessor no cargo.  

O craque argentino tem contrato com o Barcelona até 2021.  Se no passado a possibilidade de sair do único clube por ele já defendido profissionalmente era nula, cada vez mais Lionel Messi se abre para esta possibilidade. Dentre os interessados, a Inter de Milão costumeiramente é apontada como possível destino e o pai do meia-atacante recentemente comprou um imóvel na cidade italiana.

Em meio a sua derrota mais vexatória em competições europeias foi possível ver outras pequenas derrotas do Barcelona: as decisões erradas que foram tomadas, o elenco mal construído, um Philippe Coutinho que, emprestado ao Bayern, fez dois gols e deu uma assistência... E um Messi cada vez mais insatisfeito e aberto à possibilidade de sair.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 55K RANK 1
LEITURAS 152M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook