noscript image

Bate-boca na seleção alemã

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,981

Bate-boca na seleção alemã

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,981

O lendário ex-jogador da equipe finalista da Copa do Mundo de 2002 analisa que Löw não tem feito bem à seleção germânica.

O clima esquentou entre um jogador da seleção alemã e um lendário ex-atleta da Die Mannschaft. Micahel Ballack criticou a permanência de Joachim Löw no comando da Alemanha e foi rebatido por Toni Kroos.

Ballack é uma importante figura da história recente da Alemanha. Foi fundamental para que os germânicos chegassem à final da Copa do Mundo de 2002, que consagrou o Brasil como pentacampeão. Foi eleito o melhor jogador alemão em 2002, 2003 e 2005 e conquistou 15 títulos em sua carreira no total, incluindo uma Premier League, pelo Chelsea, três Bundesligas pelo Bayern e uma pelo Kaiserslautern. 

Falando à Deutsche Welle, o ex-atleta deixou claro que imaginou que Löw seria demitido após o fiasco na Copa da Rússia quando caiu na fase de grupos após derrota para a Coreia do Sul.

"Assim como vários outros, eu fiquei surpreso que ele continuou como técnico. Ele trabalhou com esse time por muito tempo. Às vezes simplesmente para de dar certo quando alguém está junto com o time há tanto tempo como ele está", falou o antigo camisa 13.

A declaração não foi bem recebida por Toni Kroos, um dos pilares do esquema tático do treinador da Die Mannschaft. O camisa 8 do Real Madrid saiu em defesa de Löw e respondeu o ex-atleta.

"Talvez ele [Ballack] queira tomar o controle? Eu estou convencido de que nós vamos voltar aos trilhos agora com Löw. Ele provou durante vários anos que ele está pronto para se desenvolver cada vez mais. Com ele sempre houve evolução", rebateu o meia.

A Alemanha volta a campo nesse sábado (13) para enfrentar a Holanda, na Johan Cruyff Arena, pela UEFA Nations League.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 23K RANK 1
LEITURAS 79M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook