Benfica vence em Braga e cimenta o 3º lugar

Pin Jonas voltou a marcar... Algo que já não é novidade. Twitter/SLBenfica
Jonas voltou a marcar... Algo que já não é novidade. Twitter/SLBenfica

Benfica vence em Braga e cimenta o 3º lugar

João Sampaio por João Sampaio @besoccer_pt - 1 4,596

Os 'encarnados' saíram com os três pontos, depois de um excelente jogo no Municipal de Braga.

Num excelente jogo de futebol, no Municipal de Braga, o Benfica venceu por 1-3 o Sporting de Braga e aumentou a distância para o rival desta noite, em mais três pontos, para um total de seis.

A partida começou intensa, com um ambiente já esperado na Pedreira, e com os visitantes a chegarem à vantagem aos 11 minutos. Jonas deu para Cervi e o argentino descobriu o compatriota Salvio a desmarcar-se na área. Frente a Matheus, o camisola 18 das 'águias' não desperdiçou e abriu o ativo.

Até ao final dos primeiros 45 minutos assistiu-se a um bom espetáculo, com o Braga a ter duas chances para empatar, e com o Benfica a ter mais um par de aproximações perigosas à baliza bracarense.

Braga a querer mandar, Benfica a 'matar' nas transições

O Braga apareceu com outra atitude na 2ª parte, com a mesma qualidade, mas mais constante e menos a espaços. Com isso o Benfica viu-se em dificuldades durante os primeiros 20 minutos do segundo tempo, mas na melhor fase dos da casa marcaram os 'encarnados'. Jonas começou e finalizou uma jogada que teve um excelente cruzamento de André Almeida pelo meio, aos 64'.

Mas os 'Gverreiros do Minho' estavam mesmo, e continuaram melhor, e por isso chegaram ao 1-2, por Paulinho, aos 74'. O avançado dos 'arsenalistas' aproveitou uma má saída de Bruno Varela (calculou mal o tempo de saída a um centro de Ricardo Horta) para cabecear para o fundo das redes 'encarnadas'.

Os minhotos foram então em busca do empate, mas Jiménez podia ter 'matado' o jogo aos 87', quando se isolou após um erro de Bruno Viana. Só que o mexicano entrou com os pés mal calibrados (a princípio) e perante Matheus atirou (muito) por cima.

Depois do falhanço fácil, o golo difícil

Só que Raúl estava só a acertar os pés, tendo revelado um gosto por marcar de forma mais complicada e falhando o teórico 'fácil'. Já aos 90+1', nova transição do Benfica e Cervi (numa altura em que a jogada já parecia perdida) cruzou para o segundo poste, onde apareceu o camisola 9 do Benfica a fazer o 1-3, num remate vistoso e acrobático, sem hipótese de defesa para Matheus.

O final do jogo veio pouco depois, confirmando o Benfica como vencedor do jogo, por 1-3.

João Sampaio

João Sampaio

noticias 4,663 RANK 3
LEITURAS 12M RANK 3
Mais notícias do autor
Cookies use: We use our own and third party "cookies" to improve our services, develop statistical analysis, analyse browsing habits and create interest groups. This allows us to customise the content we offer and show related advertising to your preferences. We also share this browsing analysis and interest groups with third parties. To continue browsing, please accept its use. Mais info e configurações. Aceitar

Follow BeSoccer on Facebook