noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Brasil goleia, Coutinho faz golaço de falta e parece fake news!

Pin Bela partida da Seleção Brasileira. CBF_Futebol
Bela partida da Seleção Brasileira. CBF_Futebol

Brasil goleia, Coutinho faz golaço de falta e parece fake news!

Dilson Cassaro por Dilson Cassaro @besoccer_es - 0 4,775

Encerrando o ano de partidas da Seleção Brasileira com chave de ouro, o time de Tite jogou contra a Coreia do Sul no Estádio Al Jazira Mohammed Bin Zayed em Abu Dhabi. Com uma partida digna de uma seleção hexacampeã, o Brasil fez bonito e honrou a camisa verde e amarela.

O retrospecto entre as equipes era bastante favorável ao Brasil. Quatro vitórias e só uma derrota, com o último jogo em 2013 onde Neymar e Oscar marcaram num amistoso que terminou em 2 a 0.

Comandada por Son Heung-min, grande nome do Tottenham, a Seleção Sul-coreana vem bem nas Eliminatórias da Ásia para a Copa de 2022, estando invicta na liderança do grupo H.

Lutando contra a agilidade de um jogo rápido e com passes curtos da Coreia do Sul, o Brasil soube responder à altura. E respondeu tanto e em volume tão alto, que a voz verde e amarela silenciou o estádio.

Lutando para apagar a má-fase que vinha apresentando, o Brasil conseguiu vencer de goleada, marcar gol de falta após quase cinco anos e ainda fazer Coutinho balançar a rede, que não fazia gol desde a Copa América. Parece fake news, mas não é.

Desde o começo, Renan Lodi apresentou o perigo que faltava nos jogos anteriores no Brasil e foi, sem dúvida, o nome do jogo. Não fez gol mas deu assistência para o gol de Paquetá e o gol de Danilo.

Aos 8 minutos, a seleção de Tite abriu o placar com um belo jogo de equipe, onde Coutinho limpou a jogada, tocou para Renan Lodi e este cruzou na pequena área, onde Paquetá apareceu sem marcação e sem dúvida: cabeceou com perfeição no gol de cho Hyun-Woo.

A Coreia do Sul tentou responder com fortes chutes de Son de fora da área e jogadas em velocidade de Hee-Chan, mas a partida era mesmo para terminar em verde e amarelo.

Outro papel de destaque foi o de Militão na zaga. O jogador não vem tendo minutos no Real Madrid, mas na Seleção Brasileira é sempre escalado e mostra serviço. Em jogada perigosa aos 27 minutos, Hee-Chan cruzou uma bola impecável que chegou até a entrada da pequena área, mas Militão deu um carrinho impecável e jogou a bola para escanteio.

Aos 35 minutos, a magia aconteceu. Coutinho cobrou uma falta de forma impecável e quebrou um duplo jejum: Coutinho não marcava desde a Copa América e o Brasil não fazia gol de falta desde 2014. Um gol para recordar.

Apenas seis minutos depois, um lance colocou em risco a Seleção Brasileira por pura falta de atenção. Woo-Young cobrou rasteiro, a barreira furou e Alisson espalmou. Coutinho tentou tirar a bola para escanteio, mas a bola bateu na trave e foi quase gol contra.

No segundo tempo, a Seleção Brasileira freou o ritmo e a Coreia do Sul tentava marcar algum gol arriscando de fora, mas com problemas de pontaria. 

Após quase um minuto trocando passes na área coreana, o Brasil fez seu terceiro gol na partida. Um cruzamento rasteiro de Renan Lodi atravessou a área e chegou nos pés de Danilo, que  chega chutando e joga uma bola indefensável no cantinho do gol coreano.

A substituição de Casemiro por Fabinho deu um resultado impressionante. O meio-campo do Brasil ganhou mais velocidade nas saídas de jogo e mostrou que as cinco alterações em relação à partida contra a Argentina surtiram efeito.

O Brasil agora volta a jogar apenas em Março e aí sim cada partida valerá três pontos. Esperamos que a atuação continue sendo digna de uma Seleção Hexacampeã do Mundo.

Dilson Cassaro

Dilson Cassaro

noticias 91 RANK 13
LEITURAS 305K RANK 13
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook