noscript image

City humilha o Chelsea e volta ao topo

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,850

Pin Agüero marcou mais um 'hat-trick'. AFP
Agüero marcou mais um 'hat-trick'. AFP

City humilha o Chelsea e volta ao topo

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,850

O Manchester City passou por cima do Chelsea no Etihad Stadium. Guardiola destroçou o seu amigo Sarri com uma exibição magistral que acabou evidenciando os graves problemas do time 'blue'.

O Chelsea começou com ímpeto no Etihad Stadium, querendo assumir o protagonismo contra um Manchester City, que acabava de perder a segunda posição com a vitória do Tottenham sobre o Leicester. Um duelo sem margem de erro para manter a perseguição ao Liverpool.

Uma miragem que mal durou quatro minutos. De Bruyne cobrou rapidamente uma falta para surpreender os adversários com Bernardo Silva em profundidade, o português cruzou e a bola sobrou para Sterling chegar chutando. Um primeiro golpe que estimulou o Manchester City e apresentou os complexos do Chelsea.

Três minutos depois, Sergio Agüero poderia ter ampliado o placar. No entanto, o argentino não soube aproveitar o presente de Bernardo Silva e mandou para fora uma bola que só teria que empurrar para dentro. A ocasião foi tão clara que o estádio gritou gol, mas foi alarme falso. 

A primeira arrancada de Eden Hazard terminou com um gol de Agüero, pode acreditar. A individualidade do belga não foi o suficiente para fazer dano a defesa 'citizen', enquanto o argentino acertou um belo chute, justo onde a coruja dorme e se redimiu por seu erro com o gol vazio.

Quinze minutos depois Agüero anota o 3-0. Uma lambança de Barkley em uma tentativa de recuo para Kepa terminou em assistência ao argentino, que não perdoou e marcou o seu segundo na partida. Um erro defensivo grotesco abalou o Chelsea de Maurizio Sarri.

No entanto, o castigo não terminou aí. A tempestade local atingiu o seu pico de voracidade no minuto 24. Gündogan aproveitou um conjunto de erros defensivos para encher o pé e bate goleiro espanhol com um chute violento.

Os quatro gols sofridos deram um pouco de ar para o Chelsea, já que Manchester City relaxou. A tímida reação do grupo 'blue' não se refletiu no placar. Um toque de calcanhar de Higuaín deixou Pedro sozinho contra Ederson, mas o espanhol, assim como o argentino minutos depois, encontrou o colossal goleiro brasileiro.

A passagem pelos vestiários não amenizou a fome dos de Guardiola. Agüero acertou o travessão, mas logo depois marcou de pênalti e anotou a "mãozinha". Sterling foi derrubado por Azpilicueta dentro da área e o argentino ampliou sua história na Premier League com um 'hat-trick' que o coloca a altura de Alan Shearer.

Sem retitar o pé do acelerador, Pep deu lugar a um carrossel de mudanças para descansar os titulares e manter o ritmo do triturador. Uma excelente triangulação entre Silva, Zinchenko e Gabriel Jesus terminou no segundo gol de Sterling.

Cheque em branco de Guardiola para seu amigo Sarri, que deixa a zona da Champions League. Novo golpe de autoridade do treinador catalão diante de seu homólogo italiano, que amplia sua crise no vestiário 'blue'. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 25K RANK 1
LEITURAS 84M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook