noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

O que explica a pressão em Diniz e Coudet?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 2,178

Pin Os clássicos que pressionam Diniz e Coudet.  EFE/Luis Eduardo Noriega
Os clássicos que pressionam Diniz e Coudet. EFE/Luis Eduardo Noriega

O que explica a pressão em Diniz e Coudet?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 2,178

Treinadores vivem situações opostas em jogos contra rivais, mas chegam pressionados para duelo de G4 no Brasileirão.

A pouco mais de duas semanas, poucos imaginavam que Fernando Diniz e Eduardo Coudet chegariam pressionados para o duelo entre Internacional x São Paulo, pela Série A do Brasileirão. Enquanto o Colorado era o líder da competição, o Tricolor vinha de vitória no clássico diante do Corinthians e parecia ter encontrado soluções para alguns problemas crônicos da equipe. Agora, se encontram balançando no cargo.

Não é nenhum exagero pensar que Diniz pode ser demitido caso seja derrotado pelo time gaúcho neste sábado, às 19h (de Brasília). O técnico já ficou por um fio por mais de uma ocasião (com direito a eliminação para o Mirassol no Paulistão) e parece já ter largado mão de uma possível classificação na Libertadores.

No começo desta edição do campeonato, foi justamente a vitória no Majestoso que deixou o treinador mais seguro no cargo, após o time vir de vitórias questionáveis contra Sport e Athletico-PR, além de empate diante do Bahia e derrota contra o Vasco. Depois de um outro clássico onde o Tricolor jogou melhor que o Santos e foi punido por falha de Tiago Volpi, foi jogar a Libertadores e acabou arrumando sarna pra se coçar.

Muito criticado pelo desempenho em jogos grandes, Diniz tem, pelo menos, um ponto positivo desde que chegou ao São Paulo: o desempenho contra seus rivais. O clube é o único paulista ainda invicto nos clássicos neste ano, e só perdeu uma vez como técnico em toda a sua passagem (um 3 a 0 diante do Palmeiras). Fora esta partida, são três vitórias e quatro empates em sete jogos.

Exatamente o contrário do que acontece com Eduardo Coudet no Internacional. O mandante deste sábado vem fazendo excelentes campanhas em todas as competições... mas constantemente tropeça diante do Grêmio, seu maior rival. Em cinco jogos desde a chegada do argentino, são quatro vitórias do Tricolor gaúcho e apenas um empate, em jogo conturbado pela Libertadores.

Excluindo as quatro derrotas de Coudet diante do Grêmio, inclusive, o treinador só perdeu três vezes desde que assumiu o Colorado. Ou seja: já perdeu mais Gre-Nais do que todas as outras partidas juntas. Depois da derrota desta quarta-feira, inclusive, começou um burburinho no Rio Grande do Sul sobre sua possível demissão, com torcedores cobrando uma postura mais altiva nos jogos diante do rival.

A boa notícia para o argentino é que só temos, por enquanto, mais dois clássicos na temporada. Internacional e Grêmio ainda se enfrentam mais duas vezes pelo Brasileirão, e a não ser que sejam sorteados um contra o outro na Copa do Brasil ou na Libertadores, não se verão mais. Resta saber se Coudet consegue "roubar" um pouco da sorte que Diniz tem contra os rivais, ou se é o paulista que irá se recuperar diante do Colorado e irá conquistar a sua segunda ou terceira sobrevida no Tricolor.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 57K RANK 1
LEITURAS 156M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook