noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Com adeus de Rodrygo, Santos de Sampaoli segue uma incógnita

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 400

Pin Com adeus de Rodrygo, Santos de Sampaoli segue uma incógnita. Goal
Com adeus de Rodrygo, Santos de Sampaoli segue uma incógnita. Goal

Com adeus de Rodrygo, Santos de Sampaoli segue uma incógnita

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 400

Equipe assume a liderança após o último jogo antes da parada da Copa América, mas a torcida ainda não vê o time com confiança.

O Santos vai para a pausa da Copa América dando adeus ao jovem craque Rodrygo e no topo do Brasileirão.

A equipe de Jorge Sampaoli assumiu a liderança do campeonato após bater o Corinthians por 1 a 0 e agora espera o Palmeiras e a Justiça para saber se mantém o primeiro lugar ou se volta para o segundo.

O Verdão, que está um ponto atrás do Santos, joga hoje com o Avaí e ainda aguarda decisão da CBF sobre a validade da vitória sobre o Botafogo.

Mas mesmo que o Santos caia para o segundo lugar, o resultado já é ótimo. Mas é o bastante para passar segurança? Pelo jeito não.

No último fim de semana a torcida protestou antes do jogo contra o Atlético-MG para reclamar da eliminação do time na Copa do Brasil nas mãos do mesmo Galo. Pesou na reclamação que o time também já tinha caído de forma precoce na Copa Sul-Americana e na semifinal do Campeonato Paulista.

Os torcedores também ficaram com um pé atrás pela derrota marcante de 4 a 0 contra o Palmeiras, um duelo importante pela liderança que acabou com goleada constrangedora.

Em alguns jogos o time parece dominante com seu volume de jogo intimidador, marcação pressionada e muitos chutes. Em outros a defesa parece frágil e os atacantes pouco confiáveis.

Com o gol marcado ontem, Eduardo Sasha se tornou artilheiro do Brasileirão com cinco gols. Ótima notícia para um time que busca um atacante desde o começo do ano, mas muitos ainda não acreditam que ele ele consiga manter o ritmo ao longo das 38 rodadas. De qualquer forma, é pouco provável que um nome de peso chegue no meio do ano.

O próprio técnico Jorge Sampaoli disse na última semana que não acha que o Santos briga pelo título. Para um time que perdeu Gabigol, Bruno Henrique e Rodrygo em seis meses isso não deveria soar como uma surpresa, mas a torcida sempre quer mais.

No fim das contas o Santos vai para essa parada quase como uma incógnita. Sabemos o que esperar do estilo de jogo de Sampaoli, mas os resultados ainda não tem sido consistentes.

A favor da equipe o fato dos piores resultados terem acontecido em competições do estilo mata-mata. Será que nos pontos corridos o Santos consegue manter o bom aproveitamento dos primeiros nove jogos?

BeSoccer

BeSoccer

noticias 34K RANK 1
LEITURAS 113M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook