noscript image

Com Messi e viagem para os "quartos"

Priscila por Priscila @besoccer_es - 0 +10k

O Barcelona venceu e seguiu para os quartos da Champions. EFE

Com Messi e viagem para os "quartos"

Priscila por Priscila @besoccer_es - 0 +10k

O FC Barcelona recebeu esta quarta-feira no Camp Nou o Olympique de Lyon. Depois do empate da primeira mão em França, o Barça tinha a vantagem de jogar em casa mas poderia deparar-se com uma eliminatória perigosa.

Depois de um resultado surpreendente em Lyon, ambas as equipas sabiam que tinha de dar o tudo por tudo para conseguirem seguir em frente. 

Do lado dos catalães esperava-se um Messi inspirado capaz de ajudar a equipa ao objetivo da noite: atingir os quartos, enquanto que do lado dos franceses esperavam o contrário do argentino e um Fekir regressado apto para dar o seu melhor em campo

A ilusão do resultado da primeira mão fazia os franceses sonharem. Se consegueriam um empate em casa, um golo no campo rival poderia facilitar-lhes a vida. 

Valverde apresentou uma alteração no seu trio ofensivo. Entrou Coutinho para o lugar de Dembélé. O treinador "culé" não queria arriscar uma nova lesão do francês e deixou-o no banco. A verdade é que o brasileiro entrou muito bem, tal como a equipa no seu conjunto. 

 Durante os primeiros quinze minutos a figura principal acabou por ser o português Anthony Lopes. O guarda-redes teve de mostrar a sua melhor imagem e foi defendendo remate atrás de remate dos catalães. 

Mas o pior que poderia acontecer aos franceses acabou por chegar aos 16'. O árbitro assinala penalti sobre Luis Suárez. Não existiu recurso ao VAR e as imagens suscitam muitas dúvidas, deixando no ar a hipótese de a falta ter sido ao contrário. De acordo com o "RMC Sports", o sistema não estava operativo e por isso não foi possível recorrer ao mesmo. 

Leo Messi chamado a converter não falhou e colocou os da casa em vantagem. Com este golo os catalães conseguiam iniciar a caminhada até aos "quartos". 

A segunda infelicidade dos franceses chegou aos 21'. Num choque com Coutinho, Anthony Lopes fica estendido no relvado. O jogo esteve parado 6' minutos e o português escolheu continuar em jogo.

A equipa técnica do Lyon não tinha a certeza do estado de saúde do português mas deixou-o continuar para aos 31 minutos sofrer novo golo. Philippe Coutinho, o brasileiro que tem vindo a ser associado a vários clubes e muito críticado marcou... e voltou a sorrir. 

Luis Suárez na cara do guarda-redes do Lyon serviu o brasileiro que não falhou e encostou para dentro da baliza de Anthony Lopes. Estava feito o 2-0 a favor do Barcelona. 

Pouco depois do golo de Coutinho, Anthony Lopes pede para ser substituido. Quando parecia recuperado, o guardião voltou a sentir-se mal e saiu devastado e em lágrimas por não poder ajudar a sua equipa.

Até ao final da primeira parte o Lyon começou a assumir o controlo do jogo. Não existiram ocasiões de perigo para Ter Stegen mas a equipa francesa ganhou protagonismo e em sentido inverso desaparecia Messi. 

Depois do descanso, o argentino voltou a aparecer. Na cara de Gorgelin, remata picado e a bola encaminhava-se para a baliza mas Marçal, na cara do golo, afasta e nega o golo a Leo. 

Depois deste lance, o Lyon voltou a assumir o jogo e aos 58' Tousart reduz o marcador. A bola esteve como num "ping-pong" dentro da área, passou por várias cabeças mas sobrou para Tousart que ajeitou e rematou para golo. 2-1 no marcador e estava o perigo instalado no Camp Nou. 

Os franceses queriam mais e criaram várias oportunidades de perigo. O Camp Nou não gostou e começou a assobiar os seus jogadores e Leo Messi que estava desaparecido. 

A 12 minutos do fim, Leo voltou a acordar e começou a fazer o que melhor sabe: magia. O argentino recebe a bola no meio campo, corre para a área, afasta os defesas e na cara do guarda-redes não perdoa. Estava feito o 3-1 e a eliminatória estava decidida. 

A partir daqui, o Barcelona mostrou o seu domínio de bola. 4 minutos depois. Novamente Messi recebe a bola e cruza para Piqué que na cara da baliza só tem de encostar. 4-1 e ainda mais por vir. 

Aos 86' foi a vez de Dembélé fazer o gosto ao pé. Novamente Messi na assistência e o francês na cara do guarda-redes atira pelo meio das pernas. A bola passa e estava estabelecido o resultado final. 5-1 no marcador e garantias dos quartos-de-final para o Barcelona. 

O Barcelona garantiu a sua presença na fase seguinte da Champions deixando pelo caminho os franceses da Olympique de Lyon. Numa noite em que os catalães garantiram a vitória ficou provado a "Messidependência". Um Barça adormecido sem o argentino que poderia ter sofrido depois do golo do Lyon.

Acorda Messi e desperta o Barça que segue viagem para os quartos. Esta sexta-feira, os catalães ficaram a conhecer o seu adversário com a certeza que não encontrarão pela frente nenhuma equipa espanhola depois da queda de Atlético e Real.

Porto, Manchester United, Tottenham, Ajax, Juventus, Liverpool e Manchester City: um deles será o próximo adversário do Barcelona e de Messi. 

Priscila

Priscila

noticias 1,040 RANK 7
reads 4M RANK 7
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook