noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Liderado por Messi, Barcelona supera o Napoli e avança

Pin Messi marcou um gol, teve outro anulado e provocou pênalti contra o Napoli. EFE/Enric Fontcuberta
Messi marcou um gol, teve outro anulado e provocou pênalti contra o Napoli. EFE/Enric Fontcuberta

Liderado por Messi, Barcelona supera o Napoli e avança

Daniel Fraga por Daniel Fraga @besoccer_es - 0 7,683

O Barcelona derrotou o Napoli no Camp Nou pelo placar de 3 a 1 em noite que teve protagonismo de Lionel Messi. Com isso, o time catalão avançou para as quartas de final da Champions League e enfrentará o Bayern de Munique.

O placar de 1 a 1 na Itália fez Napoli e Barcelona chegarem ao Camp Nou com a disputa aberta por uma vaga para as quartas de final da Champions League. Desse modo, os primeiros movimentos do jogo mostraram o ímpeto ofensivo das duas equipes.

Apesar de todos terem a clara intenção inicial de chegar às áreas adversárias, os catalães conseguiram impor seu domínio em casa antes do intervalo e não demoraram para ter vantagem no placar.

Aos nove minutos, uma cobrança de escanteio de Rakitic encontrou a cabeça de Lenglet, que saltou mais alto e mandou para dentro do gol de Ospina.

Sem permitir uma reação dos italianos, Messi ampliou aos 22 minutos. O argentino recebeu pela direita, encarou a marcação tripla, invadiu a área, caiu, levantou e conseguiu bater cruzado com curva para tirar a bola do alcance do goleiro colombiano.

O capitão do Barcelona parecia mais do que inspirado e voltou a balançar as redes, mas dessa vez a comemoração foi cancelada. 

Em ataque com muito espaço, Luis Suárez teve chute bloqueado e a bola sobrou para De Jong, que levantou para o argentino matar no peito, ficar na cara do goleiro Ospina e mandar para dentro. No entanto, o VAR revisou o lance, viu toque de mão de Messi e anulou o gol.

A arbitragem de vídeo voltaria a entrar em ação poucos minutos depois, quando Messi voltaria a ser protagonista de lance decisivo. O craque se adiantou a Koulibaly quando o zagueiro estava com o chute armado para afastar a bola, mas atingiu o argentino dentro da área e exigiu revisão do lance no monitor.

O juiz constatou que houve falta, mas o capitão sentia dores por causa do choque contra o adversário e deixou Luis Suárez cobrar a penalidade, ampliando a vantagem para 3 a 0.

Já nos acréscimos do agitado primeiro tempo, aos 51 minutos, o Napoli invadiu a área pela direita e Mertens foi derrubado por Rakitic, levando o árbitro a apitar pênalti imediatamente. Os italianos aproveitaram a chance para diminuir a vantagem do Barcelona com Insigne, que converteu a cobrança mandando a bola no lado oposto ao escolhido por Ter Stegen.

O ritmo do segundo tempo foi menos intenso, com o Barcelona administrando a posse de bola e evitando as tentativas do Napoli. Koulibaly, com cabeçada para fora, e Insigne, exigindo defesa fácil de Ter Stegen, esboçaram uma reação logo depois o intervalo.

Entre as raras finalizações da etapa final, apenas a de Milic entrou. Após cruzamento vindo da esquerda, o jogador que recém havia entrado cabeceou para o fundo da rede, mas estava impedido e o lance foi anulado.

Apesar de rondar a área adversária nos minutos finais com uma postura mais ofensiva depois de várias substituições, os italianos não tiveram eficiência suficiente para superar a marcação e reverter a vantagem do time de Quique Setién.

Com a vitória por 3 a 1, o placar acumulado de 4 a 2 dá a classificação para as quartas de final ao Barcelona, que enfrentará o Bayern de Munique no Estádio da Luz, em Lisboa, na próxima sexta-feira.

Daniel Fraga

Daniel Fraga

noticias 438 RANK 10
LEITURAS 1M RANK 11
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook