noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Com Pedro decisivo, Flamengo mostra força do elenco após caos

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 159

Pin Cheio de desfalques, Flamengo derrotou o Barcelona em Guayaquil. EFE
Cheio de desfalques, Flamengo derrotou o Barcelona em Guayaquil. EFE

Com Pedro decisivo, Flamengo mostra força do elenco após caos

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 159

O Rubro-Negro bateu o Barcelona de Guayaquil por 2 a 1 em um duelo marcado por tensões antes de a bola rolar.

O Flamengo viveu fortes emoções antes de entrar em campo contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador, pela quarta rodada do Grupo A da Libertadores da América. Com sete jogadores do Rubro-Negro diagnosticados com o novo coronavírus, além de membros da comissão técnica, a realização do duelo chegou até mesmo a ficar sob ameaça. Toda esta saga de incertezas fez com que muitos torcedores temessem um resultado adverso do atual campeão, especialmente pela lembrança recente da goleada por 5 a 0 sofrida para o Independiente Del Vale. Mas a realidade dentro do gramado se provou diferente.

Mesmo sem o lesionado Gabigol e com as ausências de Bruno Henrique, Isla, Filipe Luís, Vitinho, Michael e Diego Ribas – todos estes com Covid-19 – o onze inicial do Flamengo seguiu impondo respeito. E apesar das dificuldades defensivas na segunda etapa, quando já estava na frente do placar, o saldo geral da vitória por 2 a 1 é completamente positivo por causa do contexto em que o duelo foi disputado.

Cortesia de um elenco muito bem montado pelo clube mais rico do continente em tempos em que, no geral, o poderio financeiro tem cada vez mais peso nos destinos das equipes.

E se há um nome que exemplifica muito bem a força do elenco flamenguista é o de Pedro. O atacante, que chegou sob empréstimo junto à Fiorentina, ainda não é visto como titular porque, na teoria, briga pela vaga de centroavante com Gabigol – herói do Flamengo em todos os títulos conquistados desde sua chegada em 2019 e já considerado um dos maiores ídolos do clube em todos os tempos. Ainda que Gabriel possa atuar em outras posições do ataque (especialmente aberto pelo lado direito), hoje Pedro ainda é visto como a “sombra” do camisa 9.

Mas se há dúvidas sobre a titularidade de Pedro neste Flamengo, ela praticamente não existiria em qualquer outra equipe brasileira – e na enorme maioria dos adversários estrangeiros nesta Libertadores. Ao abrir o placar contra o Barcelona de Guayaquil, o atacante de 23 anos chegou a nove tentos na temporada 2020 e passou a ser o vice-artilheiro do time – atrás apenas de Gabigol. O “Queixada”, como é apelidado, distribuiu seus gols em 24 partidas, sendo nove como titular. Ou seja: tem uma efetividade gigante mesmo sendo uma opção de elenco.

Na comparação com outros times do Brasil em 2020, Pedro seria artilheiro de clubes como Corinthians (Boselli lidera a artilharia com seis gols), Botafogo (Pedro Raúl, seis gols), São Paulo (Pablo, seis gols) e Atlético Mineiro (Nathan, cinco tentos).

A vitória também foi garantida com outras boas exibições de Arrascaeta, autor do segundo gol, e Everton Ribeiro – que deu o passe para o uruguaio. No meio-campo, Arão, Gerson e Thiago Maia mostraram a força do conjunto até o momento em que o desgaste físico começou a cobrar sua conta. Apesar das dificuldades vistas na segunda etapa e do temor pela saída de Pedro, lesionado, se a vitória sobre o Barcelona equatoriano não mostrou em campo toda a diferença técnica entre o Flamengo e seu adversário, foi uma amostra gigante de força do Rubro-Negro como elenco: apesar de tudo, o atual campeão ainda conseguiu alinhar nomes de primeiro nível para arrancar a vitória.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 57K RANK 1
LEITURAS 156M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook