noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Como foi o primeiro dia de Rogério Ceni no Cruzeiro

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 420

Pin Como foi o primeiro dia de Rogério Ceni no Cruzeiro. Goal
Como foi o primeiro dia de Rogério Ceni no Cruzeiro. Goal

Como foi o primeiro dia de Rogério Ceni no Cruzeiro

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 420

Rogério Ceni finalmente fez a sua primeira aparição na Toca da Raposa II. O técnico assumiu a vaga de Mano Menezes. Saiba como começou a sua passagem.

Rogério Ceni viveu o seu primeiro dia de Cruzeiro nesta terça-feira (13). A chegada no aeroporto ocorreu logo no início da manhã. Depois, o técnico seguiu para a Toca da Raposa II, se reuniu com os jogadores e comandou a primeira atividade tática.

A 'Goal Brasil' tenta relatar os passos do treinador cruzeirense em seu primeiro dia no clube. Com tudo acertado com os mineiros, o ex-goleiro do São Paulo chegou em Belo Horizonte nas primeiras horas do dia. Ele deixou Fortaleza durante a madrugada rumo à capital mineira.

Rogério Ceni foi recebido por alguns torcedores e por membros da imprensa. Até o departamento de comunicação do clube foi ao local para conversar com ele sobre o início desta passagem.

Logo nos primeiros minutos, falou sobre o que motivou a sua chegada ao Cruzeiro e também a razão da resposta negativa ao arquirrival Atlético-MG.

Afinal, qual o motivo da recusa ao principal oponente? "São duas grandes equipes. Há quatro meses, eu não poderia trabalhar em lugar nenhum do Brasil porque eu estava no meio de duas finais de campeonato estadual e da Copa do Nordeste pelo Fortaleza. Então, pelo respeito que tenho pelo clube (Fortaleza), mas não só o respeito, mas o desejo de ser campeão. Se eu tivesse aqui no Cruzeiro, eu também não iria para lugar nenhum no mundo. Então, são momentos completamente distintos. Agora, viemos aqui para um desafio maior, em um momento de baixa, que não é normal para o Cruzeiro", disse logo em seu desembarque.

 

Rogério Ceni seguiu para a Toca da Raposa II, onde se reuniu com a cúpula para ajustar os últimos detalhes do novo vínculo. Um pouco mais tarde, se encontrou com os novos comandados. A conversa foi para se apresentar.

Um membro do elenco disse à 'Goal' que a chegada de Rogério Ceni aumentou o astral do grupo. De acordo com este experiente jogador, o plantel ficou feliz com a chegada do ex-goleiro à equipe.

Depois disso, hora da coletiva. Marcada para as 14h30 (de Brasília), a entrevista não começou com atraso. Acompanhado de Marcelo Djian, diretor de futebol, e do presidente Wagner Pires de Sá, o técnico falou sobre o começo de sua passagem na Toca da Raposa II.

Durante a entrevista, explicou novamente por que optou pelo Cruzeiro em detrimento do arquirrival e apontou a Copa do Brasil como uma das razões para o seu acerto com os mineiros.

"Agradeço isso aqui, um momento mágico na carreira de qualquer profissional poder chegar a um clube como o Cruzeiro. Temos um jogo de Copa do Brasil, contra o Internacional. Talvez seja um dos grandes fatos que me moveu até aqui. Não se jogar fora uma oportunidade de ser campeão de um torneio como esse. Vamos tentar nos reencontrar na competição e no Campeonato Brasileiro. Não é uma coisa que vai acontecer de forma rápida, porque as rodadas são espaçadas, mas a gente precisa de tempo para trabalhar. Vamos encontrar a melhor forma de jogar", disse se lembrando que o time é semifinalista do torneio.

Passadas as formalidades, hora do primeiro trabalho concreto como treinador do Cruzeiro. Sem tempo para descansar, ele comandou um treino técnico ao lado dos jogadores. Sempre com a bola no pé, Ceni participou ativamente da brincadeira, dando cruzamentos para gols e participando como goleiro.

Entre os trabalhos feitos na Toca da Raposa II, o treinador conversou com Ricardo Resende, técnico do time sub-20 e deu a entender que pode promover alguém das divisões de base para o elenco principal.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 32K RANK 1
LEITURAS 107M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook