noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Como Jorge Jesus pode escalar o Flamengo sem Bruno Henrique?

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,839

Pin Um Flamengo sem Bruno Henrique. Goal
Um Flamengo sem Bruno Henrique. Goal

Como Jorge Jesus pode escalar o Flamengo sem Bruno Henrique?

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,839

O atacante não foi relacionado para enfrentar o Athletico Paranaense, nesta quarta-feira (17), por conta de dores no tornozelo

O Flamengo preocupou o seu torcedor ao anunciar, nesta quarta-feira (17), a lista de relacionados para o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Athletico, sem a presença de Bruno Henrique. O atacante, um dos maiores destaques do Rubro-Negro em 2019, não conseguiu se recuperar de dores no tornozelo e está de fora da partida que será realizada no Maracanã.

Jorge Jesus escalou Bruno Henrique como titular em seus dois jogos oficiais como treinador rubro-negro, e agora terá que fazer mudanças em seu ataque. Dentre os jogadores relacionados, as três opções mais prováveis para ficarem com a vaga são Vitinho, Lincoln e Berrío – que atuam do meio para a frente. Confira, abaixo, algumas opções de escalação.

Vitinho: titular no jogo de ida contra o Athletico, que terminou empatado em 1 a 1 na última semana, é a alternativa mais provável. Jogador de velocidade pelas extremidades, pode ser usado tanto na direita quanto na esquerda. Na ausência de Bruno Henrique, pode ser opção pelo flanco canhoto, “empurrando” Arrascaeta para uma função mais central e dando um toque possível de 4-2-3-1 À base de 4-1-3-2 preferida por JJ.

Berrío: o colombiano quase sempre atuou mais pela ponta-direita [ao contrário de Vitinho, que já foi testado de ambos os lados]. Caso atue por ali, Everton Ribeiro poderia jogar mais centralizado na linha de meias – talvez até mesmo se alternando com Arrascaeta enquanto Berrío ficaria responsável pelo corredor destro de ataque.

Lincoln: atacante promissor revelado na base flamenguista, seria opção mais avançada. Desta forma, Gabigol atuaria mais recuado. Vale lembrar que nesta mesma temporada o artilheiro do Fla já atuou assim, na ponta-direita enquanto Bruno Henrique jogou como referência. Se acontecer, também é possível imaginar o desenho se alternar entre 4-2-3-1 com o 4-1-3-2 de JJ.

Cuéllar e Arão?

Jorge Jesus também pode reeditar a dupla Willian Arão e Gustavo Cuéllar em um 4-4-2 mais puro, uma das organizações táticas preferidas pelo técnico e por ele utilizada, em sua estreia, contra o próprio Athletico - ainda mais em um momento no qual o colombiano vem manifestando insatisfação com a reserva. A questão aí seria a dupla de ataque para Gabigol: por característica, a melhor opção seria Lincoln, já que Vitinho e Berrío, como já citado, estão mais acostumados a atuarem em faixas diferentes de campo. Mas como já vem demonstrando neste início de trabalho, o técnico português gosta de entregar surpresas.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 32K RANK 1
LEITURAS 107M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook