noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Corinthians 'anti-Carille' volta a dar as caras após empate com o Palmeiras

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 411

Pin Corinthians “anti-Carille” volta a dar as caras após 1 a 1 com o Palmeiras
Corinthians “anti-Carille” volta a dar as caras após 1 a 1 com o Palmeiras

Corinthians 'anti-Carille' volta a dar as caras após empate com o Palmeiras

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 411

Mesmo tendo sofrido o empate nos acréscimos, jogadores e Coelho exaltaram mudança de postura e entrega

Daqui um certo tempo, o torcedor corintiano vai pensar em Fábio Carille e ter boas memórias – como o título brasileiro de 2017 e o tricampeonato estadual. Mas o momento atual, pouco após a sua demissão, mostra um discurso de mudanças em relação aos principais pontos que causaram desgaste entre o então técnico com o elenco e a queda nos resultados.

Se após a emocionante vitória sobre o Fortaleza, o atacante Mauro Boselli e outros atletas fizeram críticas veladas em relação a Carille, o discurso segue parecido depois do empate por 1 a 1 contra o Palmeiras. O clássico válido pela 32ª rodada do Brasileirão foi apenas o segundo jogo sem Carille. Dyego Coelho, o auxiliar até o final do ano (Tiago Nunes, ex-Athletico, já acertou para 2020), seguiu no comando do time – como será nas até o fim deste certame.

Tanto Coelho quanto outros nomes experientes, como Gil, Danilo Avellar e Junior Urso, deixaram evidente que a boa notícia na opinião deles é a mudança de ares no Alvinegro. Abaixo, confira algumas declarações dadas após o 1 a 1 com o Palmeiras que voltam a mostrar isso.

Coelho, técnico interino

“Mudança de comportamento. O jogador quando entende isso, as coisas funcionam dentro do campo. É mudança de comportamento quando vai treinar, quando vai para o jogo. Mudança de comportamento e a verdade com que conversamos fazem as coisas melhorarem"

“Pedrinho é meia. Não é extremo (nota: na época de Carille Pedrinho era mais usado como extremo, pelos lados de ataque). Não é porque jogou mal um jogo que vamos tirar. É um talento que temos e precisamos cuidar. Temos de tomar cuidado com o que falam para ele fora do CT, fora do clube”.

“Não vejo (o empate) como sabor de derrota. Combinamos antes de entrar no campo. Tem várias maneiras de perder ou empatar um jogo. O que vale é a postura. A semana é absurda de intensidade. Eles se entregaram. Não tenho nada a reclamar deles. Pelo contrário”.

Gil, zagueiro e capitão do Corinthians

“Tá todo mundo de parabéns pela entrega, pela dedicação. A gente sabe que é uma nova filosofia de trabalho e todo mundo tem que entender o quanto antes possível”.

“Está todo mundo de parabéns, a gente assimilou o quanto antes o que o professor quer. Então a gente tem que continuar trabalhando pra melhorar”.

Danilo Avelar, lateral-esquerdo

“Eu acredito que merecíamos a vitória. Acho que o time, em uma semana de mudança de treinador, conseguimos mostrar outro perfil. Acho que ainda temos muito a crescer”.

Júnior Urso, meio-campista

“A equipe está de parabéns pela evolução que teve. Pena que o Campeonato Brasileiro já está para acabar, mas já é algo para já estarmos nos acostumando, porque a gente sabe que o Tiago gosta de fazer isso. De repente para o ano que vem a gente tenha cara nova para começar o Campeonato Paulista”.

Dentro de campo, Walter defendeu um pênalti batido por Gustavo Scarpa e, pouco depois Michel abriu o placar pelo Corinthians. Bruno Henrique empatou nos acréscimos.

Com o resultado, o Alvinegro chegou a 49 pontos e hoje ocupa a sexta posição. Já o Palmeiras segue em segundo, mas pode ficar ainda mais distante do líder Flamengo.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 36K RANK 1
LEITURAS 117M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook