noscript image

Coutinho, o mais novo “erro” da Inter volta ao San Siro

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 8,722

Coutinho, o mais novo “erro” da Inter volta ao San Siro

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 8,722

O brasileiro reencontra o seu primeiro time da Europa consolidado como craque decisivo e um dos mais valiosos do mundo

O jogo entre Internazionale e Barcelona, nesta terça-feira (06), marca o primeiro retorno de Philippe Coutinho ao estádio Giuseppe Meazza, o San Siro, desde que deixou a equipe italiana, sua porta de entrada no futebol europeu em 2010. Titular na vitória por 2 a 0 obtida dentro do Camp Nou semanas atrás, o brasileiro é o maior exemplo de uma aparente maldição envolvendo decisões equivocadas dos Nerazzurri em relação a vendas de seus ativos.

Nas últimas décadas, a Inter apareceu como destaque negativo em desperdiçar grandes craques. Jogadores como Fabio Cannavaro, Roberto Carlos, Clarence Seedorf, Dennis Bergkamp e Andrea Pirlo são alguns dos principais nomes que passaram pelo lado preto e azul de Milão sem sucesso e foram facilmente negociados para encontrarem o estrelado com outra camisa. Nenhum deles, entretanto, chega perto de Coutinho em relação aos valores envolvidos – um retrato dos números estratosféricos do mercado atual.

Philippe Coutinho nem havia estreado oficialmente pelo Vasco da Gama e já pertencia à Internazionale. O clube italiano gastou € 3,8 milhões (cerca de R$ 10 milhões à época) para contar com o meia, que tinha seu valor de mercado avaliado em € 4,50 milhões ao chegar no estádio Giuseppe Meazza. Vestindo a camisa Nerazzurri, foram apenas cinco gols em 50 partidas. Para efeito de comparação, em menos jogos ele balançou as redes igualmente por Vasco (43 duelos) e no período emprestado (16 compromissos) pelo Espanyol.

Torcedor da Inter quando criança, Pirlo não teve sucesso no clube

Quando foi contratado pelo Liverpool, em 2013, Coutinho aumentou o seu valor em € 85.5 milhões na comparação à primeira temporada na Itália. O brasileiro recebeu a camisa 10 dos Reds e foi a referência técnica em Anfield até o Barcelona pagar € 160 mi e torná-lo a maior transferência em todos os tempos no Camp Nou, onde já se transformou em um dos maiores destaques no time treinado por Ernesto Valverde.

Hoje, o Transfermarkt aponta € 150 milhões de valor de mercado. Uma diferença de € 145.5 milhões em relação à sua chegada à Internazionale. Na última segunda-feira (05), o camisa 7 do Barça foi avaliado como o quinto futebolista mais valioso do mundo segundo estudo do CIES Football Observatory. Não importa o quão decisivo Coutinho possa vir ou não a ser no duelo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Champions League, nesta terça-feira (06), o brasileiro já é motivo de arrependimento para a Inter de Milão.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 24K RANK 1
LEITURAS 82M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook