noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

"Cristiano era frustrante, mas Fergunson jamais lhe levantou a voz"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 +12k

Pin O início de Cristiano Ronaldo enquanto jogador do Manchester United. AFP
O início de Cristiano Ronaldo enquanto jogador do Manchester United. AFP

"Cristiano era frustrante, mas Fergunson jamais lhe levantou a voz"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 +12k

Jonathan Spector, ex-companheiro de Cristiano Ronaldo no Manchester United, descreveu os primeiros momentos do português nos "red devils": "Via-se que tinha uma classe enorme, mas frustrava até Van Nostelrooy".

Cristiano Ronaldo converteu-se com o passar do tempo num dos melhores jogadores do plantel e até da história. No início, ao contrário do de Messi, não foi tão bom. O português chegou a Old Trafford com estatuto de estrela e depois de uma contratação milionária, custou-lhe entender como exprimir mais o seu enorme potencial. 

O norte-americano Jonathan Spector, que chegou ao mesmo tempo que CR7 a Old Trafford, narrou para a "American Gambler" o difícil início do português às ordens de Sir Alex Fergunson. O técnico escocês, isso sim, jamais teve uma palavra mais alta para o corrigir. 

"Ronaldo era um jogador frustrante... Podíamos ver que tinha muita qualidade, mas era um produto inacabado. Muito do que é hoje fica a dever ao treinador Alex Ferguson e aos jogadores que o rodeavam na altura", começou Spector.

"Alex fez um trabalho estupendo na hora de fazer uma equipa para que todos pudessem melhorar os seus companheiros. Também em relação a Cristiano Ronaldo. Aqueles anos no Manchester United ajudaram-no a ser o que é agora. Não podia ter estado em melhor sitio", insistiu o norte-americano.

Spector recordou que Fergunson sabia como tratar cada jogador e assegurou que nem a ele nem a Cristiano Ronaldo lhes levantou a voz: "Nunca o vi gritar com Ronaldo, mas não acho que tenha sido por algum tipo de preferência, não o vi gritar com ninguém, nem comigo. Ferguson era incrivelmente inteligente, porque sabia como falar com os jogadores. Sabia como tirar o melhor de cada um". 

O ex-jogador "red devil" revelou ainda uma história entre CR7 e Rudd Van Nistelrooy: " Às vezes víamos o Van Nistelrooy completamente frustrado porque não sabia quantos passos ia dar o Cristiano antes de lhe meter a bola na grande área. Mas a habilidade que tinha para encarar adversários com a bola deixava claro que ia ser muito especial".

BeSoccer

BeSoccer

noticias 31K RANK 1
LEITURAS 102M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook