noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

Barcelona comemora seu 121º aniversário com goleada sobre Osasuna!

Pin Barcelona venceu o Osasuna por 4 a 0 com direito a golaços de Griezmann e Messi. EFE
Barcelona venceu o Osasuna por 4 a 0 com direito a golaços de Griezmann e Messi. EFE

Barcelona comemora seu 121º aniversário com goleada sobre Osasuna!

Dilson Cassaro por Dilson Cassaro @besoccerPT - 0 5,213

O Barcelona recebeu o Osasuna para comemorar seu aniversário de 121 anos de fundação em partida válida pela 11ª do Campeonato Espanhol e fez um primeiro tempo digno de um gigante espanhol, com dois gols à favor e um golaço de Griezmann. No segundo tempo, tudo ficou ainda melhor.

Julgando pelas escalações dos times, já sabíamos o que viria pela frente: um Barça muito ofensivo com a volta de Messi e De Jong enfrentando um Osasuna bastante na defensiva: pelo Barcelona, Koeman escolheu Ter Stegen; Dest, Mingueza, Lenglet, Alba; De Jong, Coutinho, Pedri; Messi, Griezmann e Braithwhaite. Já no lado dos visitantes,  Sergio Herrera; Nacho Vidal, Roncaglia, Raúl Navas, Unai García, Jony; Oier, Moncayola, Íñigo Pérez, Rubén García; e Budimir foram os escolhidos para os XI iniciais.

O Barcelona entrou em campo como o 14º do Campeonato Espanhol, com 11 pontos, e enfrentava um Osasuna logo abaixo com o mesmo número de unidades. A vitória era a única coisa que interessava para a equipe de Koeman se aproximar da parte alta da tabela, ainda mais após o tropeço do Real Madrid, que perdeu em casa para o Alavés por 2 a 1.

Nos últimos confrontos entre as duas equipes, o saldo foi bastante positivo para os culés: 4 vitórias para o Barça e 1 empate, com direito a duas goleadas: 7 a 0 no dia 16/03/2014 e 7 a 1 no dia 26/04/2017.

O jogo começou com pressão clara do Barça, mas também com uma clara falta de pontaria. Principalmente nos cruzamentos rasteiros que acabavam sem direção nenhum e facilmente afastado pela zaga.

Após um belo cruzamento de Dest que quase foi convertido por Braithwaite após quase ter conseguido chegar com o bico da chuteira, Coutinho desperdiçou uma clara chance de gol pouco tempo depois. Griezmann recebeu na área, tirou do goleiro e tocou no meio para Coutinho mandar para o gol... mas Unai tirou em cima da linha.

E logo depois, foi a hora de Griezmann tentar balançar a rede. Primeiro, Messi recebeu na área, chutou, foi travado e a bola sobrou para o francês. Ele chutou colocado no 2º pau e Herrera pulou para fazer uma bela defesa. Em seguida, o 'Pequeno Príncipe' recebeu uma linda cavadinha de Messi na área, chutou cruzado e a bola tirou tinta da trave.

E pelos lados dos visitantes, o gol quase saiu em uma bela oportunidade, a melhor do Osasuna na primeira metade: Budimir recebeu um belo lançamento de Jony na entrada da pequena área. Ele se jogou para desviar com o pé, mas acaba jogando por cima do gol.

E depois de tanta pressão, o gol do Barcelona saiu após um bate-rebate intenso na pequena área: Jordi Alba cruzou rasteiro na pequena área, Coutinho desviou e o goleiro pegou. Na sobra, Braithwaite pegou e mandou de joelho para o fundo do gol. O mais curioso foi que Messi acompanhou tudo e quase colocou a mão na bola no melhor estilo 'Mano de Diós' de Maradona:

Messi quase coloca a mão na bola contra o Osasuna

Depois do primeiro gol, o Barcelona recuou bastante e o Osasuna não conseguiu furar a zaga que já estava complicada.

E quase no fim da primeira metade, o segundo gol veio como prêmio de merecimento de quem tentou, tentou e não havia conseguido. Moncayola afastou de cabeça um cruzamento de Jordi Alba e a bola sobrou para Griezmann, que pegou de primeira e soltou uma bomba direto no ângulo. Um golaço de arrepiar o fã do bom futebol.

Um belo gol para terminar o primeiro tempo do jogo do aniversariante do dia, já que o Barcelona comemora nesse dia 29/11 seu 121º aniversário de fundação.

No segundo tempo, Busquets começou jogando no lugar de Pedri, que teve uma atuação bastante apagada na partida.

Apesar de um susto após Rubén García ter soltado uma bomba da intermediária e obrigado Ter Stegen a fazer uma bela defesa, o time da casa continuou superior apesar de uma bola na trave com Torres, que recebeu sozinho na marca do pênalti, dominou e chutou... na trave direita. A melhor chance de gol para o Osasuna até então.

Dois cruzamentos do Barça quase acabaram no terceiro gol, primeiro com Braithwaite cruzando à meia-altura na pequena área e Rúben desviando para escanteio uma bola que chegaria para Coutinho; e depois com um cruzamento na pequena área onde De Jong quase desviou de cabeça.

E como era quase inevitável, o terceiro gol saiu.  Griezmann rouba a bola no meio-campo, toca para Coutinho. Ele aciona Braithwaite, que é desarmado na marca do pênalti e a bola sobra para Griezmann, que ajeita no meio para Coutinho empurrar para o fundo do gol.

Na continuação, Lenglet acabou lesionando o tornozelo em uma disputa aérea no meio-campo e precisou sair mancando. Agora resta esperar as avaliações médicas para ver se Koeman terá mais um desfalque.

quarto gol da goleada do Barça acabou saindo, mas foi anulado depois graças ao VAR. Messi tentou se infiltrar na área, a bola sobrou para Trincão e o português apenas tocou para o lado para Dembélé jogar com classe para o fundo do gol. Porém, o português estava impedido no momento em que a bola sobrou para ele e não valeu nada.

Porém, três gols era pouco para o aniversariante do dia: o quarto gol chegou. E chegou com Messi. E chegou com um golaço. Messi recebeu na intermediária, limpou e chutou uma bomba no ângulo. Um golaço típico de Messi. Na comemoração, Messi tirou a camisa e por baixo havia uma do Newell's com o número 10 nas costas. Ele fechou os olhos e ofereceu um beijo aos céus. Uma linda homenagem a Maradona.

O Barcelona continuou pressionando, mas não conseguiu fazer mais. O jogo acabou com quatro gols feito por quatro jogadores diferentes e uma linda homanagem. De camisa 10 para camisa 10.

Dilson Cassaro

Dilson Cassaro

noticias 290 RANK 12
LEITURAS 1M RANK 13
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook