noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Fred desencanta contra o Santos e Cruzeiro embaralha o Brasileirão

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 316

Pin Cruzeiro embaralha o Brasileirão. Goal
Cruzeiro embaralha o Brasileirão. Goal

Fred desencanta contra o Santos e Cruzeiro embaralha o Brasileirão

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 316

Na estreia de Rogério Ceni como treinador, a Raposa teve seus melhores números ofensivos no torneio e bateu o líder

O Cruzeiro chegou para enfrentar o Santos, neste domingo (18), pela 15ª rodada do Brasileirão, com duas responsabilidades: sair da zona de rebaixamento e não entrar para a história estipulando a sua maior sequência sem vitórias no certame nacional – que durava 11 rodadas. Para isso, a obrigação da Raposa na estreia de Rogério Ceni como técnico era óbvia: ganhar, ainda que do outro lado estivesse o líder da competição.

A expulsão do zagueiro Gustavo Henrique, logo aos quatro minutos, ajudou a criar o ambiente favorável para os cruzeirenses. Mas justiça seja feita, o Cruzeiro fez por onde para construir a vitória por 2 a 0, que lhe tirou das posições mais baixas da tabela, embaralhando também a disputa pelo título no outro oposto da classificação. A Raposa agora fica em 16º, com 14 pontos, enquanto o Peixe continua na liderança, mas agora vê a aproximação do Flamengo - vice-líder com apenas dois pontos a menos.

Fred volta a marcar após 16 jogos

Quem abriu o placar no Mineirão foi Fred. O camisa 9 entrou em campo no primeiro tempo, em substituição ousada de Rogério Ceni. O técnico sacou Egídio da lateral-esquerda, fazendo com que Dodô, escalado inicialmente no meio, voltasse a ocupar o flanco canhoto. A ideia de colocar Fred em campo foi para aproveitar a superioridade numérica com um centroavante acostumado a dar profundidade às equipes, ajudando também a abrir espaço para ultrapassagens de quem viesse de trás. Aos 44 minutos, aproveitando belíssimo passe de Thiago Neves, Fred estufou as redes de Everson a acabou com o jejum de 16 partidas sem gols – a pior marca de sua carreira.

Rogério estreia com recorde de finalizações e posse

No início do segundo tempo, Fred retribuiu a gentileza de Thiago Neves: prendeu a marcação, fez bem o papel de pivô e, quando Thiago Neves apareceu em condições para receber a bola em velocidade, o camisa 9 serviu o 10, que pôs números finais à partida. Além da primeira vitória após 11 rodadas no Brasileirão, a torcida mineira deixou o Gigante da Pampulha satisfeita, também, com a qualidade do futebol apresentado. Se o final do trabalho feito por Mano Menezes evidenciou o caráter defensivo do time, a estreia de Rogério Ceni trouxe consigo as melhores marcas do Cruzeiro em posse de bola [66%, segundo a Opta Sports], finalizações certas [10] e o menor número de chutes sofridos a gol [apenas um]. Não à toa, o novo técnico deixou o campo como um dos mais saudados pelos torcedores.

"O estilo de jogo é mais ou menos esse. Pode ter uma, duas, três trocas, mas isso é natural. Quando tivermos jogos domingo e quarta, a tendência é que as mudanças aumentem", disse o novo treinador, deixando claro a busca por uma equipe mais ofensiva. 

"Sobre o esquema, tentei colocar mais velocidade, mantendo o jogador de armação, e pelo desenrolar do jogo colocamos o jogador de referência, o Fred. Joguei muito tempo no gol, ficava lá atrás, sozinho, hoje quero ver um time que faz gols, mais próximo do gol. Eles compreenderam. Os grandes protagonistas foram os atletas (...) Vamos tentar, aos poucos, fazer alterações para colocar o time para jogar da maneira que a gente gosta. Hoje já foi assim, com três jogadores velozes na frente"

BeSoccer

BeSoccer

noticias 33K RANK 1
LEITURAS 110M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook