noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Deschamps defende Lloris após falha: "Sabe que a culpa é dele e sempre foi decisivo para nós"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,892

Pin O goleiro da França entregou a vitória à Suécia na partida de ontem. Goal
O goleiro da França entregou a vitória à Suécia na partida de ontem. Goal

Deschamps defende Lloris após falha: "Sabe que a culpa é dele e sempre foi decisivo para nós"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,892

Arqueiro da França deu entrega colossal no último lance, e foi o principal responsável pela derrota gaulesa diante da Suécia.

Nesta sexta-feira, a França ia arrancando um ótimo resultado pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018. Os 'Bleus' iam empatando com a Suécia, fora de casa, 1-1, e mantendo a liderança do grupo A. No entanto, no último minuto, justamente um dos destaques do time prejudicou a equipe.

Hugo Lloris, excelente goleiro, capitão, e que já salvou a seleção muitas vezes, tentou sair jogando. Quando viu que iria perder a bola, ao invés de dar um chutão para o lado, chutou a pelota rasteira para o meio do campo, e acabou tomando um gol de cobertura, após finalização de primeira de Toivonen, praticamente do meio do campo. Um erro bizarro e lamentável, que deu a vitória por 2-1 para os suecos no último lance do duelo.

Como não poderia ser diferente, o arqueiro foi muito criticado pelo equívoco que custou a liderança do grupo aos franceses, que agora ficam atrás da Suécia nos critérios de desempate. O primeiro colocado da chave vai à Copa, enquanto o segundo disputará uma repescagem. No entanto, o técnico dos gauleses, Didier Deschamps, defendeu o seu goleiro.

"Não vou condenar Hugo. Ele sempre tem sido decisivo para nós. Quando um goleiro comete um erro, é muito mais comentado do que um erro de um jogador de linha. Ele sabe que ele cometeu um erro, é sua culpa e isso nos custou caro. Perder sempre dói, e nessas circunstâncias, dói ainda mais", comentou à 'TF1'.

"Nós poderíamos ter vencido o jogo, ou ao menos empatado, mas vacilamos. O empate não era o ideal, mas teria sido um bom resultado. Nós devíamos ter mantido a Suécia atrás. Mas ainda temos quatro jogos, 12 pontos para disputar e vamos lutar para alcançar nossos objetivos. A partida contra a Holanda, no Stade de France, agora é ainda mais importante", concluiu.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 51K RANK 1
LEITURAS 143M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook