noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Dez anos depois, violência de torcida do Palmeiras aparece em meio a decepções

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 318

Pin Dez anos depois, violência de torcida do Palmeiras aparece em meio a decepções
Dez anos depois, violência de torcida do Palmeiras aparece em meio a decepções

Dez anos depois, violência de torcida do Palmeiras aparece em meio a decepções

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 318

Em 2009, Vagner Love chegou a trocar agressões com um grupo de torcedores que apareceram para lhe xingar em meio a resultados ruins

A notícia da agressão de torcedores do Palmeiras sobre a esposa do jogador Bruno Henrique, após o empate por 1 a 1 com o Athletico-PR, em Curitiba, causou revolta pelo absurdo em si. E veio cerca de um mês depois de torcedores intimidarem o casal, após a derrota por 3 a 0 sofrida contra o Flamengo.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

Ou seja, ainda que estejamos falando sobre apenas uma parte – e não do todo – já não deixa de ser algo imprevisível. E se voltarmos dez anos no tempo, o Palmeiras já passou por situações semelhantes em momentos também parecidos.

Em 2009, o atacante Vagner Love trocou agressões com três torcedores que o abordaram, com xingamentos preconceituosos e acusações, na frente de uma agência bancária localizada próxima ao Palestra Itália (atual Allianz Parque).

Na ocasião, o Palmeiras também disputava o título brasileiro contra o Flamengo e caiu vertiginosamente de desempenho nas rodadas finais. O incidente com Vagner Love aconteceu antes da última rodada daquele Brasileirão. A situação acabou contribuindo para a sua saída do clube, no fim de 2009.

Love, que apareceu com destaque na base do Palmeiras e até então era ídolo do clube, trocaria o Alviverde pelo Flamengo em 2010 e depois também teria destaque no Corinthians, onde inclusive conquistou o Brasileirão duas vezes (2015 e 2019). Love segue vestindo as cores alvinegras e jamais voltou a vestir verde.

Após as agressões de 2009, a diretoria palmeirense prometeu tomar “atitudes drásticas” em relação aos torcedores – que também tentaram intimidar o atacante Lenny, outro daquele time. Dez anos depois, contudo, os problemas seguem a se repetir em um cenário onde o Palmeiras não vai conseguindo estar à altura das expectativas de seus torcedores.

Entretanto, desta vez, ao contrário do cenário de 2009, o Alviverde só não se vê mais próximo da disputa pelo título mais por mérito do Flamengo do que pelo seu demérito.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 36K RANK 1
LEITURAS 117M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook