noscript image

Diego se emociona ao falar sobre a tragédia no CT

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 793

Diego não consegue segurar as lágrimas. Captura/EsporteInterativo

Diego se emociona ao falar sobre a tragédia no CT

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 793

Diego, capitão do Flamengo não consegue segurar as lágrimas em sua primeira entrevista coletiva após o incêndio no Centro de Treinamento do clube, que causou a morte de dez jovens promessas.

"Venho aqui em respeito a todos vocês e a todos envolvidos nessa situação. Serei o mais honesto e transparente possível, como sempre fui. Nosso relacionamento com esses garotos sempre foi excelente, acompanhamos tudo, fazem parte do dia a dia", começou a entrevista. 

"Lembro da maioria deles que já pediu para tirar foto comigo. Tenho sobrinho que joga no sub-14 do Flamengo, então tinha amigos no alojamento. Podia estar ali também. Enfim, temos uma ligação e um respeito muito grande", completou.

A comentar o estado de saúde Cauan, que recebeu a visita dos jogadores do Flamengo no hospital, o '10' não conseguiu segurar a emoção: "O Cauan está se recuperando bem, um pouco triste. Peguei o telefone dele, mandei foto para ele, ele mandou foto comemorando gol e falando que conhece a comemoração, que se inspiro em mim (choro). Desculpa."

Sobre o clima entre o elenco profissional após a tragédia, Diego comentou: "Temos procurado enfrentar a situação da melhor forma possível. Não temos resposta para tudo, fato é que de alguma forma temos que seguir para honrar e dignificar tudo o que esses garotos viveram, os que se foram e os que tiveram oportunidade de continuar aqui."

"Temos que seguir em frente para manter esse sonho vivo dentro desses garotos. Fazer o que eles fizeram, competir, vestir essa camisa, viver o sonho de jogar no Maracanã. Estou com 34 anos e estou vivendo o sonho que esses meninos com 15 anos queriam viver", disse o experiente jogador.

Por fim, mostrou apoio as famílias das vítimas: "Foi uma decisão nossa, do grupo. Aproveito para dizer que estamos aqui para o que precisarem. Não só os garotos que fomos visitar ontem, mas todos aqueles que não tiveram essa chance, todos os familiares, todos os jogadores, comissão técnica."

"Estamos aqui para ajudar. Com a presença, palavra, abraço. O que for preciso. Tenho sentido da diretoria do clube, somos um só nessa situação. Todos podem contar de coração com a gente. Familiares, o que precisarem, eu e os funcionários e todos do clube estamos à disposição. Gostaríamos de estar fazendo mais, mas existe um processo, temos que respeitar tudo. Mas estamos colocando à disposição para ajudar a todos que precisam."

BeSoccer

BeSoccer

noticias 25K RANK 1
LEITURAS 84M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook