noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Dourado comemora classificação do Fla e lamenta suspensão de Guerrero

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,177

Pin Dourado lamenta suspensão de 'rival' Guerrero. Goal
Dourado lamenta suspensão de 'rival' Guerrero. Goal

Dourado comemora classificação do Fla e lamenta suspensão de Guerrero

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,177

Atacante é um dos artilheiros da equipe na temporada e agora vê concorrência apenas com Lincoln, de 17 anos.

Apesar da vitória do Flamengo por 2-0 sobre o Emelec, que classificou o time para as oitavas de final da Copa Libertadores da América, o Rubro-Negro teve grandes dificuldades na partida, a principal delas foi vencer a própria ansiedade.

Durante os 90 minutos, o time de Barbieri se mostrou bastante intenso, desorganizado e até desesperado em alguns momentos. Para o atacante Henrique Dourado, o time poderia ter segurado um pouco a posse de bola quando abriu o plcar, mas ainda assim ele comemorou bastante a classificação.

"Nós trabalhamos isso antes da partida, na noite anterior, tivemos um trabalho já imaginando um cenário que nós íamos enfrentar aqui, a nossa equipe se comportou muito bem, não deixamos que a ansiedade nos atrapalhasse, sabíamos que ia ser um jogo difícil, um adversário que ia vim explorar os contra-ataques e nós conseguimos na base da paciência, foi um jogo que temos que tirar algumas lições, criamos algumas chances e que os momentos que tivemos mais dificuldade foi quando estava um a zero, alí tínhamos que manter um pouco mais a posse da bola, mais com o empenho, acho que a entrega de todos os jogadores foi fundamental para que a gente pudesse sair daqui com a classificação, foram inúmeras roubadas de bola, já no ataque, nossa equipe toda se doando, acho que esse é o espirito que temos que ter".

Há seis partidas sem sofrer gols, Diego Alves bateu uma marca importante no Flamengo, superando Bruno, que ficou cinco jogos sem ser vazado em 2009, ano do último título brasileiro do clube. Dourado se mostrou feliz com a marca do companheiro e ressaltou a contribuição do ataque, que vem ajudando bastante na marcação.

"Mais um jogo que não levamos gol e isso começa lá na frente comigo, quando lá na frente a gente facilita a jogada, sempre o passe que eles acham ja é um passe mais forçado, devido aquilo que nós trabalhamos, essa marcação pressão, dificultar ainda mais, as vezes o torcedor acaba não entendendo mas a gente se desgasta nisso também, não só na hora de fazer o gol, a gente procura também dificultar essa saída de bola e isso tem sido uma identidade que nossa equipe vem tomando, espero que daqui para frente além de dificultar a saída os gols vão sair naturalmente".

Por fim, o centroavante Rubro-Negro se mostrou bastante triste com a situação de Paolo Guerrero, que teve a sua pena aumentada para 14 meses e com isso vai perder a Copa do Mundo e ficará ainda um bom tempo afastado dos gramados.

"A gente ficou triste quando a gente soube da pena que ele teve, eu ainda quando soube conversando com a minha mãe, a gente se coloca no lugar, a famíli dele acredito que também está sofrendo muito com isso. Era um jogador, uma peça muito importante aqui para o Flamengo, só que nós temos que seguir a vida e continuar trabalhando, hoje como eu falei, a nossa entrega, a torcida reconheceu isso e é continuar lutando, nunca foi fácil, temos que continuar superando para corresponder a expectativa de todos". 

Sem Guerrero, Dourado tem no momento apenas a concorrência do jovem Lincoln de apenas 17 anos. Com 8 gols em 20 jogos, o jogador é um dos artilheiros do Flamengo na temporada e seguirá no comando de ataque da equipe carioca. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 37K RANK 1
LEITURAS 117M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook