noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

Barroca volta ao Botafogo: como foi a primeira passagem?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 94

Pin Veja como foi a primeira passagem do técnico pelo Botafogo. EFE
Veja como foi a primeira passagem do técnico pelo Botafogo. EFE

Barroca volta ao Botafogo: como foi a primeira passagem?

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 94

Treinador de 38 anos volta ao seu primeiro clube como profissional para tentar livrar o Botafogo do rebaixamento do Brasileirão.

Eduardo Barroca está de volta ao Botafogo, "clube que o revelou". Em 2019, o então treinador das categorias de base do Corinthians, que antes tinha trabalho na base do Alvinegro carioca, foi convidado para assumir o comando do time principal de General Severiano.

Na época, o então jovem de 36 anos disse que gostaria de obter "resultados imediatos" e é justamente isso que ele precisa nesta nova passagem pelo clube. Somando todas as competições, são nove partidas sem vitórias e quatro derrotas consecutivas no Brasileirão.

Com a sequência ruim, o time ocupa a vice-lanterna do Camponato Brasileiro, somando apenas 20 pontos em 22 partidas. A crise no clube vai muito além dos resultados dentro de campo - que pode ser o pior time da rica história botafoguense.

Os botafoguenses até têm alguns motivos para se animar com a volta de Barroca ao time. Logo no início do trabalho do jovem treinador, o time conseguiu três vitórias em quatro jogos e uma sequência boa no cenário atual pode mudar os rumos do clube no Brasileirão.

No entanto, o trabalho como um todo na primeira passagem do treinador pelo clube não gerou grandes resultados. Foram 14 derrotas e apenas dez vitórias, três empates nos 27 jogos à frente do Botafogo, com aproveitamento de 41%.

Nos clássicos, Barroca teve um desempenho razoável. Venceu Fluminense e Vasco (uma vez cada) e perdeu para Flamengo e para o Tricolor Carioca (também uma vez cada).

Barroca foi demitido do clube após uma sequência de cinco jogos sem vitórias, com quatro derrotas e um empate. Na época, protestos da torcida eram constantes, com invasões a treino e à sede por parte de organizadas alvinegras.

Em 2020, será o quinto treinador do clube da estrela solitária. Antes dele passaram Ramón Díaz (que sequer comandou um treino), Paulo Autuori, Bruno Lazaroni e Alberto Valetim.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 61K RANK 1
LEITURAS 164M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook