noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Em virada relâmpago, Milan tira o sorriso da Juventus

Pin Zlatan Ibrahimovic fez o primeiro gol do Milan sobre a Juventus. AFP
Zlatan Ibrahimovic fez o primeiro gol do Milan sobre a Juventus. AFP

Em virada relâmpago, Milan tira o sorriso da Juventus

Daniel Fraga por Daniel Fraga @besoccer_es - 0 9,436

Em jogo com seis gols no segundo tempo, o Milan virou de modo repentino sobre a Juventus e evitou que o time de Turim disparasse na liderança do Campeonato Italiano.

A Juventus entrou em campo logo após a Lazio perder para o Lecce, resultado que daria a possibilidade de abrir dez pontos de vantagem em caso de vitória contra o Milan. Os anfitriões retomaram a regularidade após a quarentena e iniciaram a partida na sétima colocação, querendo entrar na zona de classificação para a Europa League.

O time treinado por Pioli começou tentando ditar o ritmo de jogo e manter a posse de bola no campo de ataque, inclusive teve a primeira finalização, com Saelemaekers exigindo defesa fácil de Szczesny. Depois disso, veio a reação dos visitantes.

Uma cobrança perigosa de falta com Bernardeschi passou muito perto da meta de Donnarumma e quase teve desvio de Bonucci. Cristiano Ronaldo e Rabiot voltaram a finalizar em seguida, com o chute do português levando maior perigo após ele encarar Conti fora da área e bater cruzado.

Até então, haviam passado apenas 13 minutos de jogo e o Milan só voltaria a avançar e tentar marcar dez minutos depois. Muito marcado, Ibrahimovich teve duas oportunidades dentro da área, mas chutou fraco e rasteiro nas duas vezes, facilitando a defesa de Szczesny.

O time de Turim dominou a posse de bola até o minuto 45, colecionando escanteios e somando tentativas de Higuaín, Rabiot, Bonucci e Danilo. Faltou precisão para acertarem o alvo.

Ainda antes do intervalo, o Milan teria mais uma finalização do craque sueco. Ibrahimovic recebeu por trás da zaga, ficou na cara do gol de Szczesny e mandou para dentro, mas a arbitragem viu posição irregular e imediatamente anulou o lance.

Se o predomínio da Juventus na primeira etapa não surtiu efeito, não seria preciso insistir no segundo tempo para mexer no placar. E o gol saiu com muito estilo. Rabiot recebeu no meio de campo, passou a bola entre as pernas de Theo Hernández, avançou da esquerda para o centro sem ninguém dar combate e bateu de fora da área no ângulo esquerdo de Donnarumma.

O time de Turim não queria mais desperdiçar chances e Cristiano Ronaldo fez o dele aos 52 minutos. Após longo lançamento, Kjaer e Romagnoli bateram cabeça e o português ficou livre na área para esperar a bola tocar no chão e ampliar o placar tocando de primeira com a perna esquerda.

Se o domínio parecia claro, uma virada repentina mudou completamente a história do jogo com três gols em seis minutos. Começou em pênalti flagrado pelo VAR em mão de Bonucci dentro da área e convertido por Ibrahimovic.

Logo em seguida, Kessié entrou em ação. Após boa troca de passes do Milan, Zlatan passou para o meia ajeitar dentro da área e mandar para o fundo da meta. Dois minutos depois, o Rafael Leão recebeu pela direita, avançou encarando a marcação e chutou no canto esquerdo. Virada relâmpago no San Siro.

A Juventus fez quatro alterações para tentar reagir, mas o time parecia atordoado, deixando espaços de sobra e cometendo equívocos. Foi em uma dessas falhas que o Milan ampliou com Rebic. Alex Sandro errou passe e entregou a bola para o adversário dentro da área. Rebic recebeu e bateu de primeira para o fundo do gol, completando a vitória.

Com o resultado, o time de Sarri lidera com sete pontos de vantagem sobre a Lazio. A equipe de Pioli pula duas posições, chegando ao quinto lugar com 49 pontos.

No próximo sábado, a Juventus recebe o Atalanta pela 32ª rodada. Um dia depois, o Milan visita o Napoli.

Daniel Fraga

Daniel Fraga

noticias 409 RANK 11
LEITURAS 1M RANK 11
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook