noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Eto'o e Drogba explodem: "Filhos da p*t*, a África não é um laboratório"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 6,340

Pin Samuel Eto'o reagiu contra proposta debatida na televisão. EFE
Samuel Eto'o reagiu contra proposta debatida na televisão. EFE

Eto'o e Drogba explodem: "Filhos da p*t*, a África não é um laboratório"

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 6,340

Uma conversa entre dois médicos franceses em um programa de televisão tratou da possibilidade de fazer experimentos na África para combater o coronavírus e provocou indignação de grandes nomes do futebol no continente, como Samuel Eto'o, Didier Drogba e Demba Ba, que protestaram de forma veemente.

A televisão francesa LCI reuniu representantes do serviço de ressuscitação do Hospital Cochin em Paris e de um instituto francês de saúde e pesquisa médica. Na conversa, surgiu uma opção que criou toda a repercussão negativa: a possibilidade de realizar experimentos na África para estudar e combater a Covid-19

"Isto pode ser polémico, mas não devíamos fazer um estudo em África, onde não têm máscaras, tratamentos ou aparelhos de reanimação? Fazem-se estudos no caso da AIDS em prostitutas para provar certas coisas porque sabe-se que estão muito expostas e não têm proteção. O que você pensa sobre isso?", falou Jean Paul Mira, diretor do hospital Cochin. 

Camille Locht, diretora de pesquisa do Inserm, um instituto francês de saúde e pesquisa médica, concordou: "Tem razão. Estamos pensando em fazer um estudo paralelo na África, de uma maneira parecida. Acho que há uma solicitação nesse sentido e estamos pensando seriamente nisso. Também não descartamos um estudo na Europa e na Austrália".

O senegalês Demba Ba, ex de times como West Ham, Newcastle e Chelsea, também reagiu: "Bem-vindo ao ocidente, onde o branco se acha tão superior que o racismo e a debilidade torna-se numa banalidade".

Samuel Eto'o respondeu a este tweet com um palavrão - 'filhos da p***' - claramente indignado com os dois pesquisadores franceses. 

Não menos incisivo, Didier Drogba pegou mais leve: "É totalmente inconcebível que tenhamos que falar disso. A África não é um laboratório. Estas declarações são realmente racistas. Ajudem a salvar África do coronavírus. Não queiram usar os africanos como cobaias. É asqueroso. Os líderes do continente têm a responsabilidade de proteger as suas populações de conspirações tão horrendas", se manifetou o costa-marfinense.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 48K RANK 1
LEITURAS 139M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook