noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Fora da seleção argentina, Di María se revolta e cita até Neymar e Mbappé

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 +133k

Pin Fora da seleção argentina, Di María se revolta e cita até Neymar e Mbappé. EFE
Fora da seleção argentina, Di María se revolta e cita até Neymar e Mbappé. EFE

Fora da seleção argentina, Di María se revolta e cita até Neymar e Mbappé

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 +133k

Atacante não esconde a frustração por não ter sido convocado desde a Copa América no Brasil.

Fora da seleção argentina desde a Copa América de 2019 no Brasil, Ángel Di María fez um longo desabafo nesta quinta-feira, dias depois de novamente ser "esquecido" pelo técnico Lionel Scaloni - agora para os duelos contra Equador e Bolívia pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, em outubro.

"Não encontro explicação. Não tenho palavras. Para mim a seleção é o mais importante", lamentou o jogador do Paris Saint-Germain, em entrevista à rádio argentina Continental. "Se me mato pelo meu clube é para ter uma chance na seleção e poder competir. É difícil entender porque estando em um bom momento eu não sou convocado". 

Aos 32 anos, Di María se nega a aceitar que a idade seja um argumento para ficar de fora. "Se não fui convocado é porque não querem me convocar. Vou continuar lutando para estar na seleção", avisou. "Se pensarmos em reconstrução, que fizessem com todos, e neste caso não estariam Messi e Otamendi", completou, citando dois compatriotas mais experientes que estão na lista. 

Até Neymar e Mbappé, seus companheiros no badalado ataque do PSG, foram citados no desabafo do atacante. "Muitos dizem que sou velho, mas tenho 32 anos e continuo correndo da mesma maneira. A cada jogo eu mostro que não estou velho e que posso estar à altura de Neymar e Mbappé", concluiu. 

Antes desta forte entrevista, Di María já havia escancarado sua frustração em uma postagem no Instagram no dia em que a convocação foi anunciada. "Aconteça o que acontecer, jamais vou abaixar os braços", disse ele.

Convocado pela primeira vez em 2008, Di María atuou pela Argentina em três Copas do Mundo e quatro Copas Américas. Foram ao todo 102 jogos disputados e 20 gols marcados com a camisa albiceleste, números que ele mantém a esperança de aumentar.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 57K RANK 1
LEITURAS 156M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook