noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Futebol espetáculo termina com um 3-3 no Emirates Stadium

Pin Salah celebrou o que na altura era o 'gol do descanso', mas ainda houve muito jogo. EFE/EPA
Salah celebrou o que na altura era o 'gol do descanso', mas ainda houve muito jogo. EFE/EPA

Futebol espetáculo termina com um 3-3 no Emirates Stadium

João Sampaio por João Sampaio @besoccer_pt - 0 7,354

O Liverpool foi à 'casa' do Arsenal arrancar um empate a três bolas, num jogo de loucos, com lances para todos os gostos, e uma virada histórica do Arsenal.

A rodada 19 da Premier League abriu esta sexta-feira no Emirates Stadium, com um sempre escaldante Arsenal - Liverpool. A expectativa era muita antes da partida, e os intervenientes não desapontaram, tendo-se assistido a um autêntico 'hino ao futebol' em Londres.

Num primeiro tempo em que as fragilidades defensivas, e na construção, do Arsenal causaram muitos calafrios à torcida da casa, Philippe Coutinho foi o único a ter a cabeça necessária para ser eficaz. O internacional brasileiro fez o 0-1 à passagem do minuto 26.

Em cima do intervalo os 'reds' desperdiçaram o 0-2 de uma forma escandalosa, primeiro por Salah, que viu Cech parar o seu chute, e na sequência Sadio Mané tentou um gol acrobático, mas acabou por rematar por cima, com a baliza aberta pela frente.

Tempo de descanso, no qual Wenger trocou de zagueiros - Mustafi substituiu Monreal - e no segundo tempo a toada parecia se manter. Salah num primeiro contra-ataque atirou para defesa de Cech, mas na jogada seguinte o Liverpool chegou mesmo ao 0-2. Salah contou com um desvio no seu remate (em Mustafi) para bater Cech, e fazer o segundo gol dos visitantes. Estávamos nos 52 minutos, e nada nos podia preparar para o que vinha aí. O Arsenal reagiu da melhor maneira possível e imaginável a este 'soco no estômago', virando o 0-2 para 3-2 em 388 segundos!

Alexis Sánchez deu início a esta revolta logo aos 53', com um cabeceamento em antecipação sobre Joe Gomez. Aos 56' Granit Xhaka disparou um 'míssil' que Mignolet não conseguiu travar (embora fique a idea de que o belga podia ter feito mais), e aos 58' Özil consumou a reviravolta após boa combinação, já na área, com Lacazette.

Jogo de loucos em Londres, com o Arsenal agora na frente, quando faltavam cerca de 30 minutos para jogar. Sendo que até foram os 'gunners' que ficaram perto de ampliar o marcador, mas Klavan impediu o desvio com sucesso de Lacazette, aos 68'.

Azar para os londrinos, que ficariam a lamentar este lance pouco depois. Aos 71' o Liverpool colocou o marcador de novo com uma igualdade, agora a três bolas, graças a um gol de Roberto Firmino. O brasileiro atirou forte, mas Cech, que ainda desviou a bola, também não fica isento de culpas neste gol sofrido.

Até final vimos as duas equipes em busca da vitória, com mais algumas aproximações perigosas, mas nenhum lance claro de gol. Assim, o empate assenta bem a um jogo que abriu da melhor forma esta 19ª rodada da liga inglesa, dizendo: 'Isto é Premier League!'.

João Sampaio

João Sampaio

noticias 4,663 RANK 3
LEITURAS 12M RANK 3
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook