noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Nocaute 'Red' no arquirrival celeste

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,127

Pin Ganhar do arquirrival: não existe melhor sensação. Twitter/LFC
Ganhar do arquirrival: não existe melhor sensação. Twitter/LFC

Nocaute 'Red' no arquirrival celeste

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,127

O Liverpool recebeu o Manchester City no grande jogo da rodada. Os 'reds' foram mais eficientes, souberam aproveitar as chances e saíram ainda mais líderes da Premier League.

Era o jogo da rodada na Premier! Um confronto direto entre as duas melhores equipes do futebol inglês na atualidade. De um lado, o campeão da Champions e do outro o campeão da Premier. 

Como sempre, Anfield se vestiu de gala e com um super ambiente cantou 'You'll Never Walk Alone' para empurrar os seus contra o arquirrival azul. 

Guardiola continua com muitas dificuldades para montar a sua defesa. Fernandinho voltou a ser improvisado na zaga e Angeliño entra na lateral-esquerda. Com Ederson lesionado, Bravo assumiu o gol celeste. Do lado do Liverpool, a única baixa era Matip, que foi substituído por Lovren. 

Quando a bola rolou os de Guardiola saíram para morder, mas logo no início acabaram sendo mordidos em uma jogada un tanto quanto polêmica, um ingrediente fundamental em um jogo dessa magnitude. 

O ataque do Manchester City ficou reclamando de um toque de mão de Alexander-Arnold dentro da área. Na tentativa de Bernardo Silva, a bola bateu no braço do jovem lateral 'red', o árbitro mandou o jogo seguir. 

Logo na sequência da jogada, Mané partiu em velocidade pela ponta esquerda, foi até a linha de fundo e fez o cruzamento, Gündogan afastou mal e a bola caiu nos pés de Fabinho, que soltou a bomba e estufou as redes de Bravo!

O City parecia não ter sentido o golpe e criou duas boas oportunidades com Sterling e De Bruyne, mas o outro soco no estômago vei logo em seguida, com um show dos laterais 'reds'.

Arnold virou completamente o jogo para Robertson, o lateral-esquerdo fez o cruzamento e Salah colocou a cabeça na bola tirando de Bravo! Um prêmio a eficiência da equipe de Klopp, que em dois ataques marcou dois gols.

Os 'citizens' não se escondiam da partida e levaram perigo ao gol dos donos da casa. Agüero foi lançado, deixou Fabinho na saudade com um belo drible e bateu cruzado, obrigando Alisson a fazer uma grande defesa. 

Logo depois, os de Pep pararam na trave! Angeliño tabelou com De Bruyne e bateu, a bola desviou na zaga e beijou a trave do goleiro brasileiro do Liverpool. 

Mas foi só começar o segundo tempo, para o City sofrer outro golpe e beijar a lona de vez, nocaute. Henderson cruzou na medida e Mané colocou a cabeça nela, Bravo ainda chegou a tocar, mas a bola morreu dentro das redes. 

Perdendo por três gols de diferença, o City ainda tentava lutar. Com a contagem aberta, Bernardo Silva ainda conseguiu diminuir o estrago. Na marra, Angeliño joga a bola na área, ela chega nos pés do luso que bate firme para vencer Alisson. 

Foi um show, uma bela luta, que premiou a eficiência do Liverpool. É preciso tirar o chapéu para esse time de Klopp. 

Com a vitória o Liverpool se tornou ainda mais líder da Premier, abrindo nove pontos de vantagem para o bicampeão City e oito para os demais concorrentes (Leicester e Chelsea). O City caiu para a quarta posição. 

Na próxima rodada, depois da parada das seleções, o Liverpool volta a campo na visita ao Crystal Palace. Já o City tem outra parada dura, desta vez contra o Chelsea, no Etihad. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 38K RANK 1
LEITURAS 120M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook