noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

São Paulo: quem deu mais assistências no século?

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 102

Pin Ganso, Luis Fabiano e Jorge Wagner estão na lista de assistentes do São Paulo no século. AFP
Ganso, Luis Fabiano e Jorge Wagner estão na lista de assistentes do São Paulo no século. AFP

São Paulo: quem deu mais assistências no século?

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 102

Lista de garçons ainda conta com Dagoberto, Hernanes, Kaká e Jadson, líder no quesito pelo Corinthians.

'Goal' fez um levantamento sobre os maiores assistentes do século no São Paulo, time mais vitorioso da primeira década dos anos 2000. Já foram divulgadas as listas de Corinthians, Santos e Palmeiras sobre o mesmo quesito.

O primeiro da lista é o canhoto Jorge Wagner, peça fundamental nas equipes de Muricy Ramalho em 2007 e 2008. No ano do tricampeonato do Brasileiro, por sinal, o meia deu 23 passes para gols da sua equipe, um terço do total de todo o elenco na temporada (69).

Presente em quatro temporadas na lista de passadores, Jorge Wagner foi líder ou vice em todos os anos no São Paulo. Não à toa, aparece na primeira colocação.

O segundo lugar fica dividido entre Paulo Henrique Ganso e o meia Souza, que também fez sucesso à época do tricampeonato brasileiro. O canhoto, com 20 jogos a menos pelo clube, ganha em um possível critério de desempate.

Ganso, aliás, não dependia tanto da bola parada, apesar de ter aumentado seus números nas cobranças de falta. Diferentemente dos outros integrantes do pódio, porém, tem mais passes com bola rolando do que com bola parada.

Outros nomes que chamam atenção no top 15 são o do centroavante Luis Fabiano, que divide a quarta posição com Dagoberto sem nunca ter sido batedor de faltas ou escanteios, e o atacante França, que se encaixa no 15º lugar com ótimos 24 passes em apenas um ano e meio de século defendendo o Tricolor.

Adendo: como não há um consenso global sobre o que é assistência, foram considerados toques que criaram a situação de finalização para o atacante, mesmo longe do gol ou com um jogador adversário à frente, e aquelas em que o jogador marcou no rebote do próprio chute.

Veja o Top 15 de 2001 a 2020

  • 1º - Jorge Wagner 56 assistências
  • 2º - Souza - 49 assistências
  • 2º - Ganso - 49 assistências
  • 4º - Dagoberto - 44 assistências
  • 4º - Luis Fabiano - 44 assistências
  • 6º - Cicinho - 41 assistências
  • 7º - Kaká - 37 assistências
  • 8º - Hernanes - 37 assistências
  • 9º - Osvaldo - 32 assistências
  • 10º - Jadson - 28 assistências
  • 11º - Lucas - 25 assistências
  • 11º - Gustavo Nery - 25 assistências
  • 11º - Fábio Simplício - 25 assistências
  • 14º - França - 24 assistências
  • 14º - Danilo - 24 assistências
BeSoccer

BeSoccer

noticias 48K RANK 1
LEITURAS 139M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook