noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Hazard, a cara deste Real Madrid que vence e não convence

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,956

Pin Hazard, a cara deste Real Madrid que vence e não convence. Goal
Hazard, a cara deste Real Madrid que vence e não convence. Goal

Hazard, a cara deste Real Madrid que vence e não convence

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 1,956

O belga fez a jogada do gol sobre o Galatasaray, na primeira vitória do time de Zidane nesta Champions, mas também protagonizou lances constrangedores

Se você não acompanhou ao jogo entre Galatasaray e Real Madrid, pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, e viu apenas o gol que deu aos espanhóis uma fundamental vitória na Turquia, pode até pensar que enfim Eden Hazard deu as caras com a camisa merengue. Não foi bem assim.

É bem verdade que o craque belga, contratado por cerca de 100 milhões de euros após excelentes temporadas pelo Chelsea, até demonstrou um relance do seu grande futebol: aos 18’ do primeiro tempo, o camisa 7 arrancou pela ponta-esquerda e tabelou com Benzema antes de dar a assistência para Toni Kroos – justamente em seu 100º jogo na Champions – estufar as redes.

O tento foi de importância fundamental pelo resultado em si, mas também para ajudar a esfriar um pouco o clima no Türk Telekom Stadi. Além do barulho ensurdecedor dos torcedores locais, o Galatasaray era melhor no jogo e pressionava a equipe do também pressionado Zidane.

Com dez minutos de jogo, Thibaut Courtois já havia feito duas excelentes defesas em finalizações cara-a-cara com o atacante Andoni. O Real Madrid voltava a pecar defensivamente e o gol de Kroos, após passe de Hazard, deu um respiro a mais para os espanhóis.

O problema é que a principal contratação merengue para a temporada fez basicamente isso... e só. É verdade que Hazard tentou outras jogadas e inclusive atingiu o seu recorde pessoal de finalizações na temporada, mas a suas conclusões foram o ponto mais fraco nesta terça-feira (22).

Em quatro tentativas, duas foram na direção no gol sem muito perigo. Uma outra estourou no travessão, mas o lance repercutiu negativamente porque o camisa 7 já havia driblado o goleiro. Para efeito de comparação, nas 12 vezes em que Hazard teve um mínimo de quatro arremates em sua última temporada pelo Chelsea, anotou dez gols divididos em seis destas partidas.

Se a assistência que deu a vitória por 1 a 0 mostra tudo aquilo que Hazard pode fazer, o inacreditável gol perdido pode medir a decepção de seus primeiros meses como madridista. O craque belga foi contratado para decidir pelo Real Madrid e ser a grande referência técnica da equipe. Em oito jogos até aqui, conseguiu fazer isso apenas duas vezes.

Além do passe decisivo para Kroos contra o Galatasaray, Hazard fez gol e deu assistência em uma vitória por 4 a 2 sobre o Granada, na liga espanhola. É muito pouco para um jogador de seu quilate, em um time que também não consegue convencer apesar de estar a um ponto do Barcelona, líder em seu país.

Quem mais vibrou com a vitória por 1 a 0, que tirou o Madrid da lanterna de seu grupo para levá-lo à vice-liderança, foi Zidane. Antes do pontapé inicial o francês via seu cargo em ameaça, e isso já ajuda a explicar o momento que vive o clube.

Hazard decidiu, mas deveria ter feito mais e precisa fazer isso mais vezes. Afinal de contas, foi para isso que ele foi contratado

BeSoccer

BeSoccer

noticias 36K RANK 1
LEITURAS 117M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook