noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Independiente é o campeão da Copa Sul-Americana!

Pin Independiente é o campeão. EFE/Raúl Martínez
Independiente é o campeão. EFE/Raúl Martínez

Independiente é o campeão da Copa Sul-Americana!

Dilson Cassaro por Dilson Cassaro @besoccer_es - 0 4,442

Em Asunción, Paraguai, os equatorianos do Independiente del Valle jogaram a final da Copa Sul-Americana contra os argentinos do Colón e venceram por 3 a 1 em um jogo bastante molhado.

O Colón veio para a final após eliminar o Atlético e o Independiente veio após tirar o Corinthians da competição. Nenhum dos times sabia o que era ganhar um título da Sul-Americana. O único título conquistado por alguma das equipes, foi um Campeonato da Segunda Divisão pela equipe equatoriana.

O Independiente vem beirando títulos, com o vice-campeonato da Libertadores de 2016 e da Serie A do Equador de 2013.

Cólon, com ausência do Aliendro, veio com menor criatividade de lances de ataque. E essa criatividade foi sentida desde o início.

A partida foi iniciada com maior posse de bola do Independiente, que vinha atacando com Dájome em cruzamentos ou mesmo em lances individuais.

Porém, São Pedro parecia não estar gostando do jogo. A partida apresentava ventos fortes desde o começo e o céu carregado anunciava: chuva torrencial estaria a caminho.

O jogo começou com muita chuva e, conforme os minutos iam passando, poças de água iam se acumulando e o jogo se tornava cada vez mais impraticável.
Aos 24 minutos surgiu o primeiro gol da final. Pellerano cruzou e León apareceu para cabecear com perfeição entre as pernas do goleiro. 1 a 0 para o Independiente.


Porém, a chuva piorava e a bola já não rolava mais. Ia de poça em poça e então o juiz resolveu parar o jogo.


Após 15 minutos de pausa sem decisão, a CONMEBOL avisou que haveria uma pausa de 30 minutos para solucionar o problema.

Então, funcionários do estádio foram ao campo com rodos e vassouras na tentativa de tirar do campo o maior número possível de água. O esforço valeu a pena.


Ao término dos 30 minutos, os árbitros foram ao campo para analisar a qualidade do gramado e conferir se a bola de fato poderia rolar. 15 minutos depois do sinal positivo do juiz, o jogo recomeçou.

No momento do segundo gol do independiente, o Colón tinha subido na marcação para buscar o empate. Um erro pelo qual pagou caro. Sánchez vem em velocidade, entra na área, vai carregando a bola e chuta cruzando! Sem chance para o goleiroNo segundo tempo, o Colón não defendia bem, apresentando uma linha defensiva hesitante em avançar. 

Aos 54 minutos, Morelo sobe para cabecear e é minimamente tocado por Landázuri, foi desequilibrado e cai. É pênalti para o Colón e a chance de diminuir a diferença

Porém, o veterano Pulga foi para a bola e pegou mal na bola. Pinos pegou e o Colón viu tudo ir por água abaixo.

O Colón foi se entregando aos poucos mas, em lance surgido de escanteio, o time argentino diminuiu a diferença. Escanteio cobrado e no bate rebate, Oliveira empurra a bola pra rede como pôde, com uma 'voadora'. O problema é que o gol foi aos 43 minutos do segundo tempo.

A partir daí, a corrida contra o relógio buscava desesperadamente o empate que não chegou por conta do pênalti perdido. O empate ficou ainda mais longe.

Já nos acréscimos, Cabeza recebeu lançamento e ficou sozinho contra o goleiro, toca na frente para Dájome, que fica sozinho de frente para o gol. Só precisou empurrar para o fundo do gol. 

O Independiente leva a taça da Copa Sul-Americana para o Equador, consegue vaga na Libertadores 2020 e faz história na noite chuvosa em Asunción, Paraguai.

Dilson Cassaro

Dilson Cassaro

noticias 81 RANK 13
LEITURAS 265K RANK 13
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook