noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Jogadores pedem tempo para assimilarem o jogo posicional de Domènec

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 153

Pin Jogadores pedem tempo para assimilarem o jogo posicional de Domènec. AFP
Jogadores pedem tempo para assimilarem o jogo posicional de Domènec. AFP

Jogadores pedem tempo para assimilarem o jogo posicional de Domènec

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 153

Elenco se reuniu com treinador e comissão técnica para debater problemas que levaram o time ao pior início de Campeonato Brasileiro desde 1997

O começo do trabalho de Domènec a frente do Flamengo não tem sido um paraíso. Pelo contrário, com duas derrotas em dois jogos, o treinador já começa a sentir a pressão que é trabalhar no futebol brasileiro. Sem tempo para treinar, o catalão ensaiou algumas mudanças que ainda não foram assimiladas pela equipe. 

Na primeira semana de treinos, Dome já tinha sinalizado alterações. O volante Willian Arão, em coletiva de imprensa, chegou a falar sobre o assunto e disse que seria natural, neste novo processo, o time errar.

"São metodologias diferentes, ideias diferentes. É inevitável, nós vamos sofrer mudanças, ter algo novo. A gente espera se adaptar o mais rápido possível para buscar as vitórias. O  que a gente está tentando fazer é nos adaptar o mais rápido possível. Os treinos são diferentes, não é a mesma cobrança, ele cobra outras coisas, outros movimentos. Vão acontecer erros e ele vai corrigindo e vamos trabalhar em cima desses erros e de outras coisas. Talvez mudança de jogador, de sistema".

Os erros, no entanto, custaram seis pontos ao Flamengo e o pior início de Campeonato Brasileiro desde 1997. Depois da derrota para o Atlético-GO, o discurso no vestiário era de que os atletas iriam trabalhar para saírem juntos desta situação. Nesta quinta (13), uma reunião entre os jogadores e a comissão técnica aconteceu antes do treino. 

Dome se mostrou aberto a escutar as ponderações dos atletas que ressaltaram certa dificuldade em se adaptar diante das mudanças bruscas. Um dos principais fatores abordados foi o jogo posicional. O treinador catalao quer que os jogadores ocupem espaços pré-determinados no campo, algo bem contrário ao que fazia Jorge Jesus. Com o português, o time se acostumou a buscar a "zona da bola" a todo momento durante o jogo. 

Jogadores saíram do vestiário com o discurso de que sairão juntos desse momento. O nível físico dos atletas está abaixo e o fator psicologico virou tambem uma preocupação.

Com pouco tempo para treinar, a falta de ritmo tem sido um dos fatores que preocupam a comissão técnica. Depois do jogo, Dome falou que a equipe estava em uma "pré-temporada" mas com o Brasileirão rolando. 

"Parece que estamos na pré temporada, estamos em um nível muito baixo na parte física, mas vamos trabalhar para evoluir e fazer essa equipe se tornar vencedora de novo. Esse é meu trabalho, o trabalho dos jogadores. Eu preciso de tempo, os jogadores precisam de tempo. Não para se adaptar ao Dome como técnico, mas para estarem melhor fisicamente. Muitas equipes jogaram mais partidas e nós não jogávamos há 24 dias e estamos sem ritmo. Quando os jogadores retomarem um ritmo alto vamos jogar melhor e vencer novamente. Temos que estar preparados pois todo mundo quer vencer o Flamengo". 

Depois da saída de Jorge Jesus, o planejamento do Flamengo mudou bastante. Os jogadores ganharam 11 dias de folga e o clube teve que cancelar o torneio que havia organizado em Brasília, antes da estreia no Campeonato Brasileiro. Depois do período de descanso, ainda sem um novo comandante, treinaram por 8 dias com Mauricinho, técnico do sub-20. Neste meio tempo, apenas um jogo treino foi realizado, contra o Olária, no Ninho do Urubu. 

Sem muito tempo para trabalhar, o Flamengo encara o Coritiba, neste sábado (15), no Couto Pereira. Na próxima quarta (19), o adversário é o Grêmio, de Renato Gaúcho, no Maracanã. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 55K RANK 1
LEITURAS 152M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook