noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Lukaku sabe falar português e toma guaraná

Pin Romelu Lukaku tem um lado poliglota. AFP
Romelu Lukaku tem um lado poliglota. AFP

Lukaku sabe falar português e toma guaraná

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 +173k

Fernando Canesin, ex-colega de Romelu Lukaku na Bélgica, contou em entrevista a 'ESPN' que o atacante da Inter de Milão tem um gosto especial pela cultura brasileira.

Hoje no o Athletico-PR, Fernando Canesin contou uma série de curiosidades sobre o atacante da Inter de Milão. O meia jogou atuou com Lukaku na temporada 2010/11 pelo Anderlecht e descobriu um 'lado brasileiro' do belga.

"Quando eu cheguei à Bélgica a gente não se aproximou tanto, fomos ficar mais amigos recentemente. Esse ano ele veio ver um jogo do Anderlecht contra o Oostende, meu time. Daí a gente se encontrou depois no estacionamento e fui falar em francês com ele. Aí ele me responde na lata: 'Fernando, pode falar em português mesmo', e deu uma risada. Eu não sabia que ele falava! Depois ele me explicou como aprendeu", contou o jogador do Furacão a 'ESPN'.

O brasileiro revelou um lado poliglota do ex-colega de time: "Quando ele começou a jogar, o Anderlecht tinha um atacante brasileiro chamado Kanu, e eles eram muito amigos, andavam sempre juntos. Aí o Lukaku, que é muito inteligente, fala umas seis línguas e aprendeu português direitinho. Até por isso ele ficou muito amigo do David Luiz, do Willian, do Ramires e do Lucas Piazon no Chelsea depois".

"Toda vez que ele está tomando um Guaraná me manda uma foto. Ele adora, você não tem noção (risos). E sempre que está matando um prato de arroz e feijão ele me manda no Snapchat e escreve alguma coisa engraçada em português", acrescentou Canesin.

O surgimento de Lukaku

Canesin também contou a 'ESPN' sobre o surgimento do atacante: "Quando eu cheguei ao Anderlecht, o Lukaku já estava jogando demais. Era um fenômeno, na Bélgica só se falava dele. Ele já era muito forte e tinha uma explosão fora do normal. Ninguém conseguia pará-lo".

"Só que naquela época ele ainda não era tão técnico, hoje já evoluiu demais neste aspecto. Antigamente, ele jogava na força e na velocidade, colocava na frente e ninguém pegava. Hoje, ele conseguiu aliar a técnica ao jogo dele, pois ganhou muita experiência e aprendeu coisas novas na Inglaterra", lembrou o meia brasileiro.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 48K RANK 1
LEITURAS 139M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook