noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Lyon mostra as garras e derrota a Juve em casa

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,302

Pin Lyon mostra as garras e derrota a Juve em casa. AFP
Lyon mostra as garras e derrota a Juve em casa. AFP

Lyon mostra as garras e derrota a Juve em casa

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 2,302

Pela partida de ida das oitavas de final da Champions League, o Lyon recebeu a Juventus em casa, soube ler melhor o jogo e garantiu a vitória.

Recebendo a imponente Juventus em sua casa, o Lyon entrou em campo com baixas expectativas por conta dos cinco jogadores lesionados, da troca de técnico e de certa instabilidade no campeonato francês.

A Juve, por sua vez, veio a campo com artilharia pesada: Cristiano Ronaldo, Dybala e Cuadrado. O problema é que Cuadrado quase não apareceu no jogo e a equipe visitante não conseguia atacar como queria.

CR7, apesar de estar pouco inspirado, estava buscando jogo desde o começo até o último minuto. O português começou cruzando bolas perigosas na área, onde nenhum companheiro de equipe.

Após um tempo com as duas equipes se estudando, o leão francês começou a mostrar suas garras com uma bola no travessão. Em escanteio cobrado, Ekambi desviou para trás de cabeça e a bola carimbou o travessão de Szczesny.

E, na resposta, Cristiano Ronaldo chegou em linha de fundo e cruzou uma bola que passou pelo goleiro e quase parou na cabeça de Bentancur. Uma troca franca de tiros em busca da vitória.

E o gol do Lyon veio com um momento de sorte. Em lance anterior, De Ligt havia se chocado e as chuteiras de Dembélé acabaram acertando a cabeça do jogador acidentalmente. Na continuação, a cabeça do jogador começou a sangrar bastante e De Ligt precisou sair de campo e deixar a Juve com um a menos.

E justamente quando a Juve tinha dez em campo, o Lyon fez o gol da partidaTousart recebeu cruzamento de Aouar em linha de fundo e chutou de primeira no ângulo de Szczesny. O goleiro nada pôde fazer para evitar a mordida do leão francês.

Pouco tempo depois, a Juventus errou um passe no seu campo e Ekambi aproveitou o erro, foi carregando a bola até a área e soltou uma bomba que passou perto do gol da Juve. Uma amostra de que o nervosismo estava tomando conta da gigante italiana.

Antes do apito soar, Bruno Guimarães ainda tentou um chute forte da intermediária, mas Szczesny agarrou a bola e os times então foram ao vestiário.

No 2º tempo, diferente do 1º, a Juventus aparaceu com mais construções de jogadas e mais chegadas na parte ofensiva. Méritos do resultado parcial e das substituições feitas por Sarri, colocando Ramsey e Higuaín em campo. 

As participações apagadas de Bentancur e Rabiot na parte ofensiva prejudicaram bastante sua equipe. Pjanic, por sua vez, apareceu bem e estava bem marcado. Faltando aí a chegada dos outros dois jogadores.

Alex Sandro ainda tentava alguns chutes de fora da área, mas a falta de pontaria crucificava o jogador. Era uma Juventus que lutava para conseguir espaço, mas parava na zaga do Lyon.

As maiores chances da Juve vieram com Dybala recebendo a bola na área em rápidas tabelas, mas finalizando para fora.

O time visistante ainda reclamou de dois possíveis pênaltis. Primeiro, Cristiano Ronaldo recebeu uma bola alta na área, cabeceou, mas antes foi levemente empurrado por Denayer. O juiz mandou seguir por ter entendido o lance como sendo normal.

Logo depois, em lance ainda mais polêmico, Dybala foi agarrado por Bruno Guimarães na área, o jogador da Juventus caiu pedindo pênalti mas o árbitro novamente mandou seguir.

Na segunda metade, o Lyon estava totalmente acuado e conseguiu manter o placar. Não houve nenhum lance de perigo da equipe da casa na segunda metade.

Por conta da inesperada vitória francesa, a Juventos precisa ganhar com dois gols de diferença no jogo do dia 17 de março e precisará, mais do que nunca, contar com sua torcida.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 44K RANK 1
LEITURAS 133M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook