noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Malcom, que só jogou 63' com o Zenit, voltará em 2020

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 3,104

Pin Malcom não jogará até 2020. FCZenit
Malcom não jogará até 2020. FCZenit

Malcom, que só jogou 63' com o Zenit, voltará em 2020

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 3,104

O jogador brasileiro, Malcom Filipe Silva de Oliveira não voltará aos gramados até o próximo ano devido a uma lesão muscular na qual só o permitiu disputar 63 minutos com o Zenit desde agosto, segundo disse Serguéi Semak, técnico do time Russo.

"Malcom é um jogador muito importante para nós e não tenho dúvidas de que será um reforço para a equipe. Ele deve se juntar ao grupo em nossa primeira concentração em janeiro no Catar", disse Semak à imprensa local.

Semak, cuja equipe lidera com oito pontos à frente do segundo, o Lokomotiv, que falta um jogo para as férias de inverno, lembrou que o clube achava que não seria necessário que o brasileiro se submetesse a uma operação para solucionar seus problemas.

"Vimos o resultado. Depois de trabalhar com o grupo por um tempo, ele voltou a sentiu o mesmo desconforto. E ficou claro que a única opção era a sala de operações", explicou.

O técnico disse que a lesão do ex-jogador do Barcelona é "uma microrrotura muscular" que foi adiado mais do que o necessário e elogiou Malcom como um "superprofissional" que trabalha em sua reabilitação de manhã à noite. "Agora, durante as férias, ele treinará o tempo todo no Brasil", afirmou.

A Malcom assinou no início de agosto o Zenit, que pagou 40 milhões de euros mais 5 milhões em variáveis ​​para um jogador de futebol que jogou apenas um ano no Barcelona.

Aos 22 anos, Malcolm cobra mais de seis milhões de euros por temporada, segundo a imprensa, o dobro do salário dos jogadores russos mais bem pagos, como Dzyuba ou Smolov.

Malcolm jogou 24 jogos na última temporada com a camisa da equipe catalã, onde marcou quatro gols, embora a chegada do francês Griezmann ao Nou Camp complicou sua continuidade.

Depois de desembolsar 100 milhões de euros para o brasileiro Hulk e o belga Witsel em 2012, o Zenit se mostrou mais conservador por várias temporadas em termos de gastos.

Alguns jornalistas, e parte dos torcedores, discordaram do alto valor pago- o Barcelona pagou 41 milhões ao Bordeaux pelo jogador há um ano e meio - que mal jogou no time azul-graná ou na Seleção Brasileira.

O Zenit, que venceu a liga no ano passado com Semak no comando, ainda tem chances de se classificar para a fase eliminatória da Liga dos Campeões se derrotar o Benfica na próxima semana em Lisboa e o Lyon não passar do empate contra o Leipzig.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 39K RANK 1
LEITURAS 125M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook