noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Mané e Adrián garantem o tetra do Liverpool

Daniel Fraga por Daniel Fraga @besoccer_es - 0 975

Pin Liverpool conquista a Supercopa da Europa pela quarta vez. AFP
Liverpool conquista a Supercopa da Europa pela quarta vez. AFP

Mané e Adrián garantem o tetra do Liverpool

Daniel Fraga por Daniel Fraga @besoccer_es - 0 975

Após empate no tempo normal e na prorrogação em 2 a 2, Chelsea e Liverpool levaram a decisão da Supercopa da Europa aos pênaltis em Istambul. Mané foi o responsável pelos gols do time de Jürgen Klopp com a bola rolando e Adrián defendeu o pênalti que garantiu o quarto título do clube.

Os 'Reds' chegaram ao Besiktas Stadium buscando a quarta conquista da Supercopa da Europa. Na sala de troféus, já tinham as taças de 1977, 2001 e 2005; o Chelsea, por sua vez, venceu a competição apenas em 1998.

O Liverpool ganhou o direito de disputar o título por ser o atual campeão da Champions League, conquistada na final contra o Tottenham em uma vitória por 2 a 0. Já o Chelsea levantou a taça da Liga Europa derrotando o Arsenal por 4 a 1 na grande decisão. 

Foi uma partida para coroar a soberania inglesa, que mandou no futebol europeu durante a temporada passada. Ocasião também para um fato inédito, uma decisão do futebol masculino na Europa com mulheres na arbitragem.

A partida começou com predomínio do time de Jürgen Klopp, que frequentou mais o campo adversário nos primeiros minutos. As finalizações partiram de Mané, Salah, Matip e Fabinho.

Após o 12º minuto, o time de Lampard equilibrou o jogo, com Pedro e Giroud comandando as ações ofensivas. Os goleiros trabalharam diversas vezes nos intensos 30 primeiros minutos.

Depois de tantas oportunidades dos dois lados, o placar foi alterado aos 36 minutos. Giroud recebeu boa assistência de Pulisic, que fez ótima jogada avançando em meio a diversos marcadores. O francês bateu na entrada da área e superou Adrián, goleiro espanhol substituto de Alisson desde a estreia na Premier League, quando o brasileiro se lesionou.

No segundo tempo, o Liverpool não demorou para empatar. Aos 47 minutos, Firmino recebeu cruzamento e serviu Mané. O senegalês dividiu com Kepa e na sequência empurrou pra dentro.

A etapa final do tempo normal manteria a intensidade da primeira. Fabinho, Henderson, Salah e Van Dijk tiveram boas oportunidades. Kepa conseguiu se consagrar com ótimas defesas em momentos de pressão dentro da área. Quando era superado, a trave evitava a virada.

O Chelsea levou menos perigo na segunda etapa, mas também teve ocasiões que assustaram Adrián. Zouma, Pedro e Giroud comandaram as ações ofensivas da equipe de Frank Lampard.

O empate no tempo normal levou a decisão à prorrogação.

Com quatro minutos de prorrogação, o Liverpool virou com Sadio Mané. O senegalês bateu de primeira ao receber assistência de Firmino, que avançou até a linha do fundo pela esquerda para servir o colega em ótima condições. Mané mandou a bola na gaveta!

Com 10 minutos do tempo extra, Adrián salvou uma finalização de Abraham na cara do gol. Um minuto depois, no entanto, teve menos sorte ao dividir com o mesmo atacante e cometer falta dentro da área. Jorginho foi para a cobrança e converteu.

Com Mount, Abraham e Pedro, o Chelsea foi superior na parte final da prorrogação, mas eles não balançaram as redes e a decisão foi para os pênaltis.

As cobranças foram perfeitas até que, na última bola batida na sequência de cinco tiros, Abraham bateu mal e o espanhol Adrián defendeu para garantir o quarto troféu da Supercopa na história do Liverpool.

Daniel Fraga

Daniel Fraga

noticias 115 RANK 12
LEITURAS 349K RANK 12
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook