noscript image

'Matadores', mas nem tanto

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,587

Pin Artilheiros na seca de gol. BeSoccer
Artilheiros na seca de gol. BeSoccer

'Matadores', mas nem tanto

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,587

Ah o futebol espanhol! Com oito rodadas disputadas, já podemos fazer os primeiros balanços do campeonato. E um dado que chama atenção é que os goleadores Rodrigo, Gerard Moreno, Diego Costa, Luis Suárez, Benzema e Bale não estão tão afiados assim.

Gerard já tem sete jogos consecutivos sem balançar as redes em LaLiga. Marcou o primeiro gol do Villarreal na derrota por 2-1 contra o Real Sociedad em 'La Cerámica'. Ai começou sua contribuição de nos gols e, por enquanto, foi só.

Na Europa League conseguiu fazer outro gol contra o Rangers. No entanto, não está encontrando a sorte para quebrar o feitiço. Na partida contra o  Valladolid (0-1), acertou a trave no primeiro tempo e perdeu um pênalti nos minutos finais.

O caso de Rodrigo é bem parecido. O jogador do Valência explodiu no ano passado, alcançando 19 gols em 44 jogos. Este ano, ele começou a temporada marcando contra o Atlético e, até agora, ele só voltou a estufar as redes pela seleção espanhola (contra a Inglaterra e a Croácia).

Até chegou a perder a titularidade em alguns jogos da liga, embora Marcelino já tenha explicado que seu grande número de minutos (Seleção, Champions e Liga) influenciou nessas decisões. Os 'ches' têm outras opções no ataque, como Bathsuayi, Gameiro ou Mina, mas, apesar da seca, Rodrigo segue sendo uma peça importante.

Benzema e Bale também poderiam se juntar ao grupo dos "de mais a menos" neste início de campeonato. O francês parecia ter todas as ferramentas para perder a fama de atacante sem faro de gol. Começou marcando dois 'dobletes' na segunda e terceira rodada, respectivamente, além de deixar o seu na Supercopa da Europa.

No entanto, já são sete jogos entre a Liga e a Champions em que ele saiu zerado. Um chute no travessão contra o CSKA tem sido sua máxima contribuição para o gol desde 1º de setembro.

O galês "só" perdeu um jogo (logo depois de seu último gol) e meio (contra o Atlético foi substituido no intervalo) até agora por lesões. Contra a Roma fez o seu quarto gol na temporada, não jogou contra o Espanyol e já soma três jogos seguidos sem marcar. Apesar disso, a situação dele não é tão alarmante quanto as anteriores.

Muito mais preocupantes são os casos de Luis Suárez e Diego Costa. O uruguaio tem três gols no campeonato, tendo marcado o último contra a Real Sociadad em 15 de setembro. Até hoje, seis jogos, duas assistências e uma bola na trave depois não conseguiu aumentar esse número, insuficiente se você observar seu restrospecto anterior.

Como Bale e Benzema, ser um atacante em um time grande e não ter altos números é suficiente para que seja taxado. O uruguaio tenta se adaptar à sua nova realidade, parece mais solidário em seu jogo e continua convencendo Valverde apesar das dúvidas. Mas os números estão aí.

O caso de Costa é inacreditável. Indiscutível para Simeone, ele ainda não sabe o que é marcar este ano em LaLiga. Dois gols na Supercopa da Europa contra o Real Madrid e um na Liga dos Campeões contra o Mônaco salvam o naturalizado espanhol internacionalmente, mas no torneio nacional nada feito. Nos primeiros cinco jogos ele atuou o tempo todo, mas acumula três substituições consecutivas nas última partidas. 

BeSoccer

BeSoccer

noticias 23K RANK 1
LEITURAS 79M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook