noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Messi e Ramos, lendas do 'El Clásico'

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,740

Pin Messi e Ramos, ícones e rivais. EFE/Archivo
Messi e Ramos, ícones e rivais. EFE/Archivo

Messi e Ramos, lendas do 'El Clásico'

BeSoccer por BeSoccer @besoccer_com - 0 5,740

Sergio Ramos e Leo Messi são as duas grandes referências do Real Madrid e Barcelona. Os ícones de dois gigantes e eternos rivais. Líderes que assumem as críticas nos tempos ruins, mas também a glória nos bons que levantam troféus e que nunca se cansam de vencer. São os dois reis do 'El Clásico' e, no duelo do Bernabéu, vão protagonizar um encontro que ainda não tem data de validade.

As carreiras de Ramos e Messi estão mais perto do fim, mas eles ainda têm um punhado de 'clásicos' para disputar antes de fazerem história. O zagueiro, com 43 jogos, está no topo do ranking de jogadores que tiveram a honra de disputar o duelo que para o mundo do futebol. O argentino ultrapassará os 42 jogos de lendas como Paco Gento, Manolo Sanchís e Xavi Hernández.

Faíscas saltaram da última vez em que se encontraram no Bernabéu. A imagem da memória, cabeça contra cabeça. Messi desafiando em um estádio onde costumava deixar recitais, o capitão do Madrid.

Era a nona disputa de um duelo que deixou mais que um cartão vermelho para Sergio Ramos. E ninguém podia suspeitar disso quando os dois encabeçavam a saída para o campo e bateram com as mãos diante das câmeras mostrando esportividade.

Mas uma bola disputada na última jogada do primeiro tempo, levou Ramos a chegar mais cedo, tirar a bola da pressão de Messi e deixar o braço esquerdo. Sua mão atingiu o rosto de Leo, que caiu na grama e se contorceu de dor.

Ele não aceitou as desculpas do rival e o jogador de Madrid reagiu ao seu dedo acusador. Ele se levantou e deixou esse enfrentamento, com as testas unidas tão icônico quanto uma representação da rivalidade entre o Real Madrid e Barcelona.

"Ser o jogador que jogou o 'Clásico' mais vezes é uma tremenda alegria", confessou Ramos. "Espero poder continuar jogando muito mais. Será um bom sinal e significará que ainda tenho muitos anos no Real Madrid. É uma recompensa pelo trabalho e sacrifício de tantos anos. É muito gratificante quebrar estatísticas de jogadores que pareciam inatingíveis. É muito motivador", confessa ele.

Barcelona é a equipe que Ramos mais enfrentou em sua carreira, 45 vezes, duas com o Sevilha e o resto pelo Madrid. Com má lembranças do primeiro, 0-3, em 19 de novembro de 2005, dia em que Messi estreou no 'Clássico', com 18 anos e 148 dias em um ataque com Ronaldinho e Samuel Eto'o.

Ramos sempre foi titular no 'Clásico'. Em suas 15 temporadas no Real Madrid, ele disputou todos pelo campeonato espanhol, totalizando 29. Seus quatro gols ocorreram na Liga, sempre de cabeça. Ele soma sete confrontos na Copa del Rey, com aquela final em Mestalla, memória boa para o Madrid. Seis partidas na Supercopa da Espanha (6) e uma na Liga dos Campeões.

Messi, atrás de Ramos quanto ao número de partidas, tem vários recordes. Ele é o jogador do Barcelona que mais disputou, superando Xavi neste domingo, no Bernabéu. O artilheiro com 26 gols em 42 'Clásicos' distribuídos entre La Liga 18, seis na Supercopa da Espanha e dois na Liga dos Campeões. Sempre decisivo e com números de outra galáxia. O jogador que mais derrotou o Real Madrid, junto com Sergio Busquets, com 14 vitórias.

Será um novo capítulo de um confronto do qual espera-se muita rivalidade. Com Sergio Ramos tentando manter sua zaga intacta e evitar com sua marcação que Messi passeie com suas habilidades. Um dos duelos sempre decisivos para o resultado final que protagonizam os grandes reis do 'Clásico'.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 44K RANK 1
LEITURAS 133M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook