noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

"Nunca duvidamos de Zidane"

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 5,444

Pin Kroos falou antes do jogo dessa terça pela Champions League. Captura/RealMadridTV
Kroos falou antes do jogo dessa terça pela Champions League. Captura/RealMadridTV

"Nunca duvidamos de Zidane"

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 5,444

Toni Kroos foi o jogador escolhido para falar em coletiva de imprensa antes do jogo entre o Real Madrid e o Borussia Mönchengladbach pela Liga dos Campeões. Com sua equipe revitalizada após a vitória do 'Clásico', o meio alemão garantiu que o elenco nunca duvidou de seu treinador, Zinedine Zidane.

O Real Madrid vem sob muita pressão para esse confronto na Liga dos Campeões em Mönchengladbach. E Kroos sabe disso. É por isso que ele garantiu que a equipe chegue ao encontro com a moral renovada após a vitória no 'Clásico'.

Foi o que disse o meia alemão ao iniciar sua conversa. "Sabemos o quanto é importante depois da derrota para o Shakhtar. Temos pressão para vencer. É uma final para nós", disse Kroos.

Ele negou que houvesse dúvidas com Zidane. "Nunca duvidamos de Zidane. É que perdemos e vencemos juntos, não é que perdemos e não estamos com ele. Isso seria fácil. Não é assim", disse o alemão.

Ele garantiu que, embora esteja bem no Real, gostaria de voltar à Alemanha, mas gostaria de se aposentar em Madri. "Sempre gosto de voltar ao meu país, mas gosto muito de viver em Madri e jogar pelo Real. Nunca falei com outro clube porque estou muito feliz lá. A minha ideia é terminar a carreira aqui", explicou.

O tema da conversa voltou a ser essa necessidade de estar contra a parede: "às vezes as coisas não funcionam para nós, como contra o Cádiz. Na Champions League do mesmo jeito, não há times pequenos. Com a derrota contra o Shakhtar estamos muito pressionados", disse então.

Ele também apreciou seu desempenho nesta temporada. “Você sempre quer melhorar, mas marcar gols nunca será minha primeira ideia. Posso contribuir com mais coisas que são mais importantes. Às vezes você chuta, às vezes você recebe, o importante é criar chances para a equipe. Se fizer gol, melhor”, disse.

E as deficiências detectadas nos jogos anteriores foram trazidas à tona novamente. "Contra o Cádiz nenhum jogador estava ao seu nível e eu fui o primeiro. Às vezes há um jogo como este", respondeu.

"Contra o Shakhtar faltou confiança depois do primeiro gol, às vezes é assim. O bom é que não desistimos. Vimos isso no sábado. Mas agora temos outra final. Temos que jogar melhor do que no 'Clásico' para vencer amanhã", continuou. .

Ele negou que a equipe tenha medo de perder. "Não há medo no futebol, mas temos que conhecer a situação, são apenas seis jogos e se você começa com uma derrota já tem pressão. Mas eu confio em nós e vamos fazer melhor do que contra Cádiz e Shakhtar", insistiu.

O jogador afirmou saber lidar com as críticas. "Se você vai jogar pelo Real, tem que saber que se perder vai ter críticas. E o importante é ver como você reage. E lidamos bem", explicou Kroos.

Kroos também foi questionado pelo Bayern, hoje rival a ser batido na Europa. “É o melhor time dos últimos meses. Tem times que estão um pouco melhores, mas já vivemos isso, de 2016 a 2018, fomos os melhores”, disse.

“Não dá para fazer isso por dez anos, mas isso sempre pode mudar rápido. Não tenho dúvidas de que podemos ser assim em pouco tempo também e trabalhamos todos os dias para obter bons resultados. O importante é o dia a dia, os jogos... a cada partida a gente aproveita para melhorar”, ressaltou.

E ele acabou expressando um desejo, talvez para esta temporada. "Você sempre quer vencer. Eu gostaria de ganhar mais uma Champions League", disse Toni Kroos, para finalizar.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 59K RANK 1
LEITURAS 159M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook