noscript image

O cabo das tormentas é já ali em Liverpool

Priscila por Priscila @besoccer_es - 0 9,167

Pin O Liverpool carimbou a passagem às meias-finais com vitória sobre o FC Porto. EFE
O Liverpool carimbou a passagem às meias-finais com vitória sobre o FC Porto. EFE

O cabo das tormentas é já ali em Liverpool

Priscila por Priscila @besoccer_es - 0 9,167

O Liverpool voltou a dominar no Estádio do Dragão e aumentou a vantagem conseguida em Anfield para garantir a qualificação para as meias-finais, num duelo onde o FC Porto tentou dominar enquanto conseguiu mas no final viu-se dominado pelos "reds" (1-4).

O FC Porto recebeu esta quarta-feira no Dragão o Liverpool. Os "reds" conseguiram vantagem na eliminatória em Anfield e partiam confortáveis para a segunda mão. 

Conceição prometia um FC Porto a tentar fazer uma reviravolta épica enquanto que Klopp garantia que a eliminatória não estava fechada. 

O técnico dos dragões fez regressar Pepe e Herrera que estiveram ausentes na primeira mão, enquanto que o do Liverpool sentou Firmino para fazer entrar Origi. 

Os azuis e brancos entraram melhor no encontro e faziam acreditar que a eliminatória podia realmente mudar. A parceria Corona-Marega criava perigo na área do Liverpool mas o maliano não conseguia afinar a mira. 

Os dragões pressionavam nos primeiros 20' e Casillas era um mero espetador no encontro. Mas aos 27', no primeiro ataque, o Liverpool chega ao golo e sentencia a eliminatória. Passe de Salah para Mané que aparece sozinho e consegue marcar. O árbitro tinha assinalado fora de jogo mas o VAR valida o golo porque nas imagens é possivel ver o senegalês em linha com a defesa azul e branca. 

O FC Porto ressentiu-se e não conseguia chegar com a mesma intensidade à baliza de Alisson. Corona e Brahimi ainda tentaram garantir o empate na eliminatória mas sem sucesso. 

O Liverpool também pouco aparecia mas sempre que entrava na área de Casillas assustava. Até ao intervalo poucas ocasiões e o jogo partia. 

Ainda antes do segundo tempo Firmino e Tiquinho Soares saltaram para o terreno para os lugares de Origi e Otávio respetivamente. 

Depois do descanso, o FC Porto voltou a pressionar e a procurar o golo mas a mira continuava desafinada. Soares cabeceia ao lado e Marega não consegue finalizar vendo o lance cortado pela defesa "red". 

A partir dos 60' o jogo começou a despertar para o lado do Liverpool. Começavam a responder aos ataques azuis e brancos e muitas vezes com sucesso. 

Aos 65' Salah consegue fugir a Felipe e fica cara a cara com Casillas e não falha. Faz o 0-2 no marcador e o 0-4 na eliminatória. O FC Porto estava fora e os vice-campeões europeus carimbavam o passaporte para as meias. 

4 minutos depois, num lance de canto, Militão sobe mais alto que toda a defesa do Liverpool e bate de cabeça Alisson. O brasileiro consegue fazer o tento da glória para os dragões. 

Os dragões continuam a pressionar mas é o Liverpool que chega ao golo. Desta vez, é Firmino o autor do golo. O trio de ouro dos "reds" consegue assinar um tento cada um e com uma facilidade tremenda. 

Henferson cruza e Firmino ganha espaço no meio dos defesas e cabeceia para o fundo da baliza de Casillas. Aos 84' foi Van Dijk que fez o gosto à cabeça para marcar o quarto dos "reds. 

Aquele que parecia um jogo dominado pelos de Sérgio Conceição na primeira metade passou a goleada dos de Klopp, tal como no ano passado. Na temporada 2017/18, Liverpool conseguiu vencer os dragões por 0-5 no Dragão e garantir assim a classificação para os "quartos".

Esta temporada venceu por 1-4 no mesmo local e apresenta um resultado com mais golos no final da eliminatória (1-6). Um Liverpool que não precisa de muito para se tornar um pesadelo nas eliminatórias frente ao FC Porto. 

Do lado dos ingleses festa por nova presença nas meias da Champions depois de no ano passado perderem na final frente ao Real Madrid. Desta vez, o rival tem o mesmo sotaque mas tem Messi na cabeça. Liverpool-Barcelona numa meia-final que se espera explosiva. 

Do lado dos dragões, sentimento de dever cumprido apesar de tudo. Uma boa exibição que acabou por ser vencida por, como diz Conceição, "uma das melhores equipas do mundo". 

Para os dragões este é o final do seu percurso na Champions League depois de eliminar a Roma nos oitavos e de defrontar o Liverpool nos quartos. Os "reds" tornam-se pelo segundo ano consecutivo no cabo das tormentas dos dragões. 

Priscila

Priscila

noticias 1,223 RANK 7
LEITURAS 5M RANK 7
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook