noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo App Huawei

O que pode mudar do Santos de Cuca para o de Ariel Holan

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 61

Pin O que pode mudar do Santos de Cuca para o de Holan. Goal
O que pode mudar do Santos de Cuca para o de Holan. Goal

O que pode mudar do Santos de Cuca para o de Ariel Holan

BeSoccer por BeSoccer @besoccerPT - 0 61

O argentino tem um estilo mais parecido ao de Sampaoli e deve trazer mudanças ao Peixe.

O Santos já tem seu novo comandante. Ariel Holan foi anunciado pelo Peixe para ser o treinador do time após a saída de Cuca. O argentino, que foi treinador de hóquei, assumirá o alvinegro na primeira rodada do Campeonato Paulista, enquanto Marcelo Fernandes comandará o último compromisso pelo Brasileirão.

Holan tem um estilo de jogo que deve se aproximar mais de Sampaoli, treinador santista em 2019, ao de Cuca, que treinou o time durante boa parte da atual temporada. "Quero que vejam uma equipe com identidade clara de futebol, com mentalidade ofensiva", disse ao ser apresentado no Santos.

Com este DNA mais ofensivo em seus times, Holan gosta de ocupar o campo e ter superioridade numérica em todos os setores. Em seus trabalhos, como analisado pelo jornalista Pedro Nascimento, Holan priorizava a movimentação do time no ataque, com blocos, que ajudam também na recuperação quando se perde a bola, já que os times não costumam se postar fortemente na defesa, assim como Sampaoli. Por isso, o time deve ficar atento, pois assim como acontecia em 2019, não cortar o primeiro passe do adversário pode ser letal, já que os zagueiros vão estar expostos. 

Tanto pela transição de ataque para a defesa quanto para as jogadas ofensivas, é necessário que sempre tenham muitos jogadores próximos à bola. No ataque, Holan pede que haja  triangulação, com duas opções de passe para quem estiver com a bola -  uma das fortes características do jogo de seus times.  

Para a defesa, já que o time não deve ficar postado na parte de trás, é necessário que um defensores que consigam se movimentar melhor, para o caso de coberturas mais longas. Já os laterais atuam mais abertos e apoiando mais a última linha, enquanto os pontas ficam nas costas do volante. 

Outro ponto importante é um meio de campo fechado, mas ao mesmo tempo em que presa a recuperação no setor. Holan usa o primeiro volante para distribuir o jogo, então é necessário que este jogador tenha um bom passe. Completando o meio de campo, os jogadores que atuam por ali, pelo menos na Católica, tinham características diferentes: um ficava mais responsável por controlar o ritmo do jogo e girar a bola, enquanto o outro era mais vertical e muitas vezes responsável pelo último passe, além das finalizações de média e longa distância.

E neste método que prioriza o ataque, os jogadores da última linha devem ter menos liberdade de movimentação, já que todo o time vai jogar em função deles. As posições mais fixas, com centroavantes que participem de tabelas, mas sejam de referência, devem ficar nas costas dos volantes.

Desta forma, mesmo que Holan possa usar muito do trabalho de Cuca, principalmente em relação ao trabalho de vestiário e aos jogadores trabalhados por ele, o time deve ter uma cara bem nova ao do finalista da Libertadores . Boa parte do elenco alvinegro já estava no time na passagem de Sampaoli pela Vila Belmiro, o que deve ajudar a transição de estilos, ainda mais com um tempo curto de preparação para a próxima temporada.

Com passagens pelo hóquei, Defensa y Justicia-ARG, Independiente-ARG e Universidad Católica-CHI, assinou com o Santos até 2023, mas só assume o Peixe no Campeonato Paulista. Sua estreia deve ser logo na primeira rodada, no dia 28 de fevereiro, quando o Santos enfrenta o Santo André, fora de casa.

BeSoccer

BeSoccer

noticias 64K RANK 1
LEITURAS 167M RANK 1
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook