noscript image
GooglePlay Logo AppStore Logo Uptodown Logo

Tottenham nas semifinais: futebol em estado puro

Pin Tottenham chega as semis em uma partida épica. AFP
Tottenham chega as semis em uma partida épica. AFP

Tottenham nas semifinais: futebol em estado puro

Em um jogo com sete gols, o Tottenham perde para o City, mas acaba avançando as semifinais da Champions. O Manchester City chegou a estar classificado, mas os deuses do futebol são caprichosos e os 'Spurs' enfrentam o Ajax por uma vaga na final.

O que falar do jogo entre Manchester City e Tottenham? Na verdade, seria mais fácil resumir esse jogo em poucas palavras: mágico, eletrizante, ofensivo, histórico, épico, ou seja, a representação perfeita do futebol, futebol em estado puro!

O esporte rei vive de jogos como este, são partidas assim que fazem que o amor pelo futebol siga vivo. Quantas crianças viram as atuações De Bruyne e Son hoje e escolheram eles como ídolos? Difícil mensurar. Melhor ir para o jogo. 

O Tottenham saiu de Londres com a vantagem de 1 a 0 na primeira partida, viajou até Manchester podendo empatar ou perder por até um gol de diferença que estaria classificado para as semifinais da Liga dos Campeões. 

Para Guardiola e seus meninos apenas a vitória interessava, Etihad lotado, torcida cantando sem parar e força máxima em campo, a receita para o sucesso estava desenhada. 

A bola rolou e logo aos quatro minutos o primeiro gol do Manchester City, o estádio veio abaixo, a euforia tomou conta da torcida 'Sky Blue', era a narrativa perfeita para a classificação. De Bruyne tocou para Sterling na ponta esquerda, o inglês trouxe para a entrada da área e soltou a bomba com o pé direito para bater Lloris! 

Bom, era tudo que Guardiola precisava, mais um gol e o passe as semis estava encaminhado. No entanto, dentro de campo são onze contra onze, e do lado do Tottenham tem um sul coreano que assumiu a responsabilidade nessa eliminatória, principalmente depois da ausência da grande estrela Harry Kane. Son Heung-min marcou o gol de empate exatos três minutos depois. Lucas passou para Deli Alli que tentou a enfiada para Eriksen, a zaga cortou mal e a bola chegou limpa para Son bater e deixar tudo igual. 

Não deu nem tempo para o público presente processar a informação e o mesmo Son virou o jogo poucos minutos depois! Laporte falhou, a bola acabou nos pés de Lucas que tocou para Eriksen! O dinamarquês rolou para Son que bateu colocado, sem chances para Ederson. 

A coisa se complicava para o City, mas as definições da partida que demos na primeira linha desse texto não podem ser esquecidas. Um minuto depois, exatos sessenta segundos, Bernardo Silva recebe de Agüero e bate, a bola desvia em Danny Rose e morre nas redes de Lloris, era o empate dos donos da casa!

Toda essa loucura aconteceu em apenas onze minutos, o nosso estagiário teve que suar para conseguir escrever tudo, mas tudo bem, esse é assunto para outro dia, voltamos ao jogo!

O ritmo alucinante dos primeiros minutos da partida começou a diminuir, mas isso não era interessante para Guardiola nesse momento. O time precisava de gols, e foi isso que Sterling tratou de fazer. Bernardo Silva tocou para De Bruyne, o belga cruzou no segundo pau e Sterling chegou para empurrar para as redes. 

O City passou a frente no placar e levou o resultado para o intervalo. Antes do descanso, Pochettino perdeu mais um jogador importante, Sissoko sentiu e deu lugar a Llorente. 

Com a bola rolando já nos 45 minutos finais da partida, o capitão 'spur' Lloris, teve que trabalhar e salvar o seu time nas jogadas de Sterling e De Bruyne. O gol que, até o momento, dava a classificação ao City não demorou muito a sair. 

Arrancada de De Bruyne, deixando os adversários literalmente na saudade, enfiada do belga para Agüero soltar o pé e carimbar as redes de Lloris. Dessa vez o 'Kun' conseguiu superar Lloris!

Com a classificação nas mãos, Guardiola coloca Fernandinho para proteger o seu meio de campo, mas não tinha jeito, os deuses do futebol já tinham colocado o Tottenham nas semifinais da Champions como adversário do Ajax!

Aos 73' Llorente aproveita a cobrança de escanteio vinda da esquerda e desvia com a coxa para o fundo das redes de Ederson! O árbitro da partida foi conferir o lance no monitor e validou o gol. 

Não perca as contas, a partida está 4 a 3 para o Manchester City. Falta um gol, a pressão se tornou total, uma verdadeira blitz na área do Tottenham. E o gol chegou no pés de Sterling, nos acréscimos do segundo tempo, o City alcançava a glória em um jogo épico. Ledo engano!

O VAR entrou em ação e anulou o gol do inglês, porque Agüero foi flagrado em posição de impedimento. Um jogo que começou eletrizante tinha que terminar eletrizante, esse foi o último lance antes do apito final. 

Guardiola fica pelo caminho. Pochettino, que já viu o Tottenham quase ser eliminado algumas vezes nessa edição da Champions, segue na briga pela 'Orelhuda' e agora pega o time sensação da competição, o Ajax. Quem estará em Madri para a grande final? 

Rafael Alexandre Coelho

Rafael Alexandre Coelho

noticias 391 RANK 10
LEITURAS 2M RANK 10
Mais notícias do autor

Follow BeSoccer on Facebook